Inscreva-se

 

 

Esportes Americanos

SUPER BOWL LI | A CONSAGRAÇÃO DE BRADY OU DOS FALCONS

Escrito em: 04/02/2017 às 18:39   /   por   /   comentários (0)

O NRG Stadium, em Houston, será palco do duelo entre Patriots e Falcons, valendo o título do Super Bowl LI. Vai ter Lady Gaga no Halftime Show, possíveis manifestações contra Donald Trump e um anúncio gravado durante o evento pela Hyundai, mas dentro de campo nada será épico do que a possível coroação de Tom Brady.

O quarterback do Patriots pode se tornar o atleta da sua posição com mais títulos do Super Bowl, com o quinto anel. Apenas Charles Haley, ex-defensive end e membro do Hall da Fama, tem tantas conquistas – duas com o San Francisco 49ers, três com o Dallas Cowboys. Desde a criação da NFL, em 1920, apenas um quarterback venceu cinco títulos. Bart Starr, lendário jogador do Green Bay Packers, levou três troféus em Championship Games (1961, 1962 e 1965) e dois Super Bowls (edições I e II). Brady já divide a marca de mais participações em Super Bowls com Mike Lodish, ex-defensive tackle que esteve em seis edições – quatro com o Buffalo Bills, duas com o Denver Broncos. Ao pisar em campo, tornará-se o primeiro. Não é exagero dizer que ele se tornará o Mr. Super Bowl e, de uma vez por todas, poderá pleitear o título de maior de todos na NFL.

Mas também deve-se levar em conta que os Falcons entram em campo para tentar fazer história. Principal jogador do time, Matt Ryan tinha apenas 16 anos quando Tom Brady começou a ganhar Super Bowls e, agora, terá a chance de impedir um dos maiores da história que quebrar mais um recorde. E para quem acha que os Falcons chegam ao SuperBowl sem experiência, saibam que o técnico do time de Atlanta, Dan Quinn participará de sua terceira decisão nos últimos quatro anos, tendo saído de campo uma vez como campeão e outra como derrotado (ambas pelos Seahawks, onde era coordenador defensivo).

De um lado uma dupla de peso para os super favoritos de sempre, os Patriots. O técnico com mais aparições em Super Bowls, Bill Belichick, e um dos maiores QBs da história, Tom Brady. Belichick chega ao seu sétimo Super Bowl com os Patriots, tentando conquistar o quinto título! A parceria com o Brady Boy e de longe a mais bem sucedida da história da franquia. Do primeiro título ao último, os dois tiveram um nível de desempenho tão alto, que colocaram os Patriots entre as maiores equipes da história da liga. Para o Super Bowl LI, mesmo sem ter enfrentado um grande desafio, a franquia chega com a melhor campanha e um favoritismo mais do que merecido. Mesmo tendo começado a campanha sem Brady, suspenso, e tendo perdido Rob Gronkowski por lesão.

A campanha dos Patriots até o Super Bowl LI, FOTO: NFL Brasil

A campanha dos Patriots até o Super Bowl LI. FOTO: NFL Brasil

Do outro lado, um franco atirador. Os Falcons chegam com um ataque arrasador e com o homem que deve ganhar o MVP da temporada regular, Matt Ryan. O QB de Atlanta comandou a equipe em jogos espetaculares do ponto de vista ofensivo e, ao lado de Julio Jones – talvez o melhor wide reciver da liga – fez o time chegar ao seu segundo Super Bowl com verdadeiros atropelamentos, como na final da NFC contra o Green Bay Packers.

A campanha dos Falcons até o Super Bowl LI. FOTO: NFL Brasil

A campanha dos Falcons até o Super Bowl LI. FOTO: NFL Brasil

A promessa é de um bom jogo e de muitos bons duelos. Entre eles podemos citar o embate entre Tom Brady e a secundária dos Falcons e por que não dizer entre Julio Jones e Malcolm Butler, o herói improvável do último título dos Patriots. Mas talvez o grande duelo seja no campo das estratégias. Nenhuma das equipes prima pela defesa e ambas tem um super-ataque. Por isso, não se surpreenda se o Super Bowl LI for um verdadeiro tiroteio.

Comentários (0)

Escreva um comentário

Comentário
Nome E-mail Website