Home»Esportes Americanos»PREVIEW DO SUPER BOWL XLIX – PATRIOTS E SEAHAWKS DUELAM PELO LOMBARDI TROPHY

PREVIEW DO SUPER BOWL XLIX – PATRIOTS E SEAHAWKS DUELAM PELO LOMBARDI TROPHY

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

nfl

Depois de 15 dias de muita ansiedade, chegamos ao fim de semana do tão esperado Super Bowl XLIX em que New England Patriots e o atual campeão Seattle Seahawks irão dulear pela posse do troféu Vince Lombardi no University of Phoenix Stadium, em Glendale no estado do Arizona.

A partida terá transmissão da ESPN, a partir das 19 hs. A partida terá início ás 21:25 hs (horário de Brasília).

Durante a temporada regular as duas equipe tiveram campanhas iguais, com 12 vitórias e 4 derrotas, conseguindo assim a classificação aos playoffs com as melhores campanhas em suas conferências.

Jogando nos Playoffs, os Patriots enfrentaram o Baltimore Ravens no divisional round, e depois de estar perdendo por 14 pontos por duas vezes na partida, conseguiram uma vitória épica. Já na final da AFC, os Patriots passaram por cima do Indianapolis Colts.

Apesar da vitória dos Patriots sobre os Colts, a partida de certa forma ainda não terminou, já que os árbitros relataram em súmula que as bolas utilizadas pelo ataque dos Patriots pareciam que não estavam com a calibragem ideal. Após investigação, a NFL anunciou que 11 das 12 bolas estavam cerva de 1,5 libras mais vazias que o permitido. O caso, que já foi nominado de “Deflategate”, ainda não possui um desfecho, mas a imagem dos Patriots já está arranhada.

Os Seahawks receberam o Carolina Panthers pelo divisional round e não tiveram dificuldades para conseguir a vitória. Já contra o Green Bay Packers, a equipe não se apresentou bem e ia perdendo o jogo em casa. Faltando cinco minutos para o fim, a equipe conseguiu dois touchdowns milagrosos que levaram o jogo para a prorrogação, onde conseguiram anotar o touchdown da vitória.

Com caminhos bem parecidos, Seahawks e Patriots chegaram ao Super Bowl, porém as equipe tem qualidades distintas.

O New England Patriots possui a sua grande força em um ataque dinâmico. Com um Playbook dos mais completos, os Patriots conseguem realizar jogadas que podem surpreender as defesas adversárias. Sob o comando do quarterback Tom Brady, os Patriots conseguiram a virada sobre o Baltimore Ravens nos Playoffs, graças a várias formações de ataque diferentes, que impediram que a defesa dos Ravens conseguisse pará-los.

O ponto fraco do ataque é o jogo corrido. Com apenas 107.9 jardas corridas por jogo, os Patriots não conseguiram dominar os seus adversários por terra. Apesar da grande atuação do do running back LeGarrette Bount contra os Colts na final da AFC, no geral o jogo corrido não foi dos melhores da liga e precisa melhorar para essa final.

Brady conta com Gronkowski no ataque
Brady conta com Gronkowski no ataque

Quanto ao jogo aéreo, Brady conta com ótimos recebedores como Julian Edelman (17 recepções dos playoffs), Rob Gronkowski (10 recepções e 2 TDs), Brandon LaFell (9 recepções e 1 TD) e Danny Amendola (6 recepções e 2 TDs). Com vários alvos, a marcação adversária precisa redobrar a atenção, além de ter que se preocupar com outras possíveis ameaças, já que Nate Solder, jogador de linha ofensiva, também já recebeu passe para touchdown nos playoffs, além de algumas “trick plays”, como a jogada em que o wide receiver Julian Endelman lançou um passe para touchdown.

A defesa dos Patriots foi a oitava melhor da liga cedendo pontos (19.6 por jogo) na temporada regular. Nos playoffs a defesa se portou de maneira mais agressiva, diminuindo a quantidade de jardas cedidas da temporada regular para os playoffs, além de conseguir forçar turnovers, o que é uma ótima notícia para a equipe.

Assim como na temporada passada, a grande força do time dos Seahawks é a forte defesa, que foi a melhor da NFL durante a temporada regular em pontos e jardas cedidas. O fato que preocupa é a queda de rendimento da equipe nos playoffs, principalmente na final da NFC contra os Packers.

Os Seahawks cometeram muitos turnovers na final da NFC, o que colocou a equipe em situação muito difícil, que foi revertida de maneira espetacular nos últimos minutos, graças às corridas do quarterback Russel Wilson e do running back Marshawn Lynch.

Russell Wilson e Marshawn Lynch são peças chave dos Seahawks
Russell Wilson e Marshawn Lynch são peças chave dos Seahawks

O força do ataque dos Seahawks passa muito pelo jogo corrido, que foi o melhor da NFL na temporada regular. A má atuação de Russel Wilson lançando a bola na final da NFC (1 TD e 4 Interceptações) é algo que precisa ser avaliado para esta final. Wilson precisa reeditar as suas boas atuações de outrora para que o ataque não fique previsível, mesmo tendo um grande ataque terrestre.

Sherman e Thomas (#29) integram a Legion of Boom
Sherman e Thomas (#29) integram a Legion of Boom

Quanto à defesa, o grupo de defensores de Seattle dispensa apresentações, porém eles precisam reeditar as boas atuações das últimas duas temporadas. Durante a final da NFC, o free safety Earl Thomas e o cornerback Richard Sherman sofreram contusões, ombro e cotovelo respectivamente, e a condição deles para o jogo precisa ser avaliada, já que são jogadores fundamentais na “Legion of Boom”. Ainda existe uma outra situação sobre Richard Sherman: a sua esposa está grávida e existe a possibilidade de que o filho do casal nasça no domingo, o que pode tirar o atleta da partida, o que creio que não aconteça.

Wilfork e sua linha defensiva precisam parar Lynch
Wilfork e sua linha defensiva precisam parar Lynch

As chaves do jogo para os Patriots vencerem começam por ter uma defesa forte contra o jogo corrido, procurando sempre anular o temido Marshawn Lynch e o seu “Beast Mode”. Parando Lynch,  Russel Wilson será forçado a  lançar  mais bola, o que  ele não fez bem no último jogo.

Aliado à defesa forte, os Patriots precisarão ter o seu ataque em perfeita sintonia para explorar o seu playbook ao máximo, procurando confundir a marcação dos Seahawks. Além disso, Tom Brady deve ficar atento às possíveis blitzes que a defesa pode utilizar, já que essa tática defensiva deu muito certo no último Super Bowl.

Lynch demonstra sua força em uma corrida
Lynch demonstra sua força em uma corrida

Para os Seahawks, o sucesso passará muito pelo ataque terrestre com Marshawn Lynch e suas corridas imparáveis, além das corridas de Russel Wilson que poderão acontecer em jogaddas de read option. A defesa dos Patriots deverá tentar parar Lynch ainda nas trincheiras, o que poderá fazer com que Wilson tenha que lançar screen passes para o running back, evitando assim as trincheiras e fazendo com que o ataque consiga jardas pelos lados do campo.

Contando com Richard Sherman e Earl Thomas, a defesa dos Seahawks precisa pressionar Brady dentro do pocket, tirando-o da sua zona de conforto e forçando sacks e passes apressados que podem se tornar interceptações. Alem de pressionar Brady, a secundária precisa estar muito atenta às formações de ataque adversárias, que podem induzi-los a interpretações equivocadas e facilitar o ganho de jardas do ataque.

Sinceramente, acredito que esse Super Bowl será um dos melhores dos últimos tempos, principalmente por que a última decisão deixou a desejar, pois os Seahawks amassaram os Broncos. As duas equipes são muito qualificadas, cada uma com as suas características e creio que um embate entre elas nos dará uma partida sensacional.

Além do mais, o duelo entre os head coachs, Bill Belichick (Patriots) e Pete Carrol (Seahawks) é um atrativo à parte, pois são duas mentes mirabolantes em se tratando de futebol americano, e não me assustaria se aparecessem surpresas durante a partida.

Post Anterior

HALFTIME SHOW - O SUPER INTERVALO DO SUPER BOWL

Próximo Post

EM JOGO HISTÓRICO, PATRIOTS VENCEM O SUPER BOWL PELA QUARTA VEZ

Sem Comentários

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *