Home»Futebol Internacional»“YOU’LL NEVER WALK ALONE”: UMA MÚSICA QUE UNE TORCIDAS

“YOU’LL NEVER WALK ALONE”: UMA MÚSICA QUE UNE TORCIDAS

0
Shares
Pinterest Google+
A música tem seu nome no Shankly Gate, portão de entrada Anfiel Road, estádio do Liverpool. FOTO: Liverpool
A música tem seu nome no Shankly Gate, portão de entrada Anfiel Road, estádio do Liverpool. FOTO: Liverpool

Quando Rodgers e Hammerstein compuseram “You’ll Never Walk ALone” para um musical da Broadway, “Carousel” (1945), jamais imaginariam que estavam compondo um dos maiores sucessos das arquibancadas mundo afora.

A música que foi regravada por Frank Sinatra, Elvis Presley e Judy Garland, se tornaria um segundo hino para gigantes do futebol mundial, como Celtic, Borussia Dortmund e principalmente o Liverpool.

No último dia 07/04, quando Borussia e Liverpool se enfrentaram pela Europa League 2015/16, suas torcidas cantaram juntas “You’ll Never Walk ALone”, principal elo entre as duas equipes, além do técnico Jürgen Klopp, hoje no comando dos Reds, mas ainda ídolo da muralha amarela. Foi de arrepiar.

A canção intimamente ligada à torcida do Liverpool desde a década de 60. Mais especificamente em 63, a banda da cidade, Gerry & The Pacemakers, chegou ao topo das paradas com sua versão da música, conquistando fãs pela Inglaterra, incluindo o técnico do Liverpool, Bill Shankly. Supõe-se que a primeira vez que foi cantada pelos torcedores no estádio foi em 64, mas o ato só ganhou popularidade quando a BBC divulgou uma gravação com os torcedores dos Reds entoando-a.

Na final da FA Cup de 65, quando o lado vermelho das arquibancadas cantou “You’ll never walk alone” no jogo com o Leeds United, o comentarista da BBC, Kenneth Wolstenholme, a definiu como um hino, o que ficou até hoje. E essa tradição se repetiu inumeras vezes, jogo após jogo.

Em Dortmund aconteceu mais recentemente, na temporada 92/93, numa partida pela Copa da Uefa, contra o Celtic, clube escocês que assim como o Liverpool, tinha como tradição cantá-la antes dos jogos. Quando as torcidas se encontraram no centro da cidade, começaram a cantar a canção, que fazia sucesso na Alemanha, numa versão da banda Rubbermaids. Outros time s alemães que adotaram a canção, além do Borussia, foram o St. Pauli, Kaiserslautern e o Bayer Leverkusen .

Apesar de ainda existirem escoceses que reivindicam o título de precursores do canto nas arquibancadas, “You’ll Never Walk Alone” só ganhou a torcida do Celtic em 1966, durante a disputa da Taça das Taças, tornando-a tradição em Parkhead, onde a “Jungle”, na Tribuna Norte, passou a tratar como sua.

Como já disse, a música ganhou a Alemanha e de lá foi para a Holanda, onde na versão interpretada por Lee Towers, passou a acompanhar a entrada em campo do Feyenoord. Aliás, ela ganhou o mundo, sendo cantada por times de Portugal, Itália, Espanha, Bélgica, Croácia, EUA, Japão, Áustria, Sérvia, Suécia e Austrália. Um feito maior que qualquer venda de discos ou topo de paradas musicais. Algo que só o amor pelo futebol explica.

Previous post

DUELOS EQUILIBRADOS E ZEBRA ALEMÃ NA CHAMPIONS LEAGUE

Next post

O MOVIMENTADO GP DA CHINA DE F1 DE 2010

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *