Home»Futebol Internacional»Taça Libertadores»Timão anula Santos e larga na frente na semifinal da Libertadores

Timão anula Santos e larga na frente na semifinal da Libertadores

0
Shares
Pinterest Google+

Em um jogo truncado e com menos emoções do que o esperado, o Corinthians venceu o Santos por 1 x 0 jogando na Vila Belmiro.

Com um início de jogo sem muitas emoções, o Corinthians já mostrava que tinha descido a serra para se defender com inteligência e levar perigo ao donos da casa através de contra-ataques. Do outro lado do embate, o Santos mostrava nervosismo e um pouco de apatia para poder escapar do ótimo esquema defensivo montado por Tite.

A tática do Timão deu certo e, com boas jogadas de Paulinho pelo centro e de Emerson Sheik pela ala esquerda, o Corinthians já chegava com perigo ao gol defendido por Rafael. Não à toa, o único gol da partida saiu de um contra-ataque puxado por Paulinho, que achou Emerson sozinho, justamente pelo flanco esquerdo. O Sheik ajeitou e acertou um chute de rara felicidade no ângulo.

Após sofrer o gol, o ataque santista continuava esbarrando na ótima defesa conrinthiana, que por sinal é a melhor da história da Libertadores com apenas dois gols sofridos em 11 jogos. Já o Corinthians passou a ser um pouco mais conservador e já não atacava tanto.

Paulo Henrique Ganso, que voltava de uma cirurgia no joelho, não jogou bem. Ganso errou muitos passes, se mostrou sem o ritmo ideal para uma partida deste nível. Neymar não conseguia sair da marcação adversária. Arouca, que poderia ser uma válvula de escape do ataque santista não conseguia fazer nada. Pelo setor onde o camisa 11 joga, Alessandro seria o jogador a marca-lo, porém, sempre haviam mais dois jogadores na sobra.

O cenário tático da partida lembrava muito o jogo do Santos contra o Vélez pelas quartas-de-final. Uma defesa bem postada, Neymar muito bem marcado, Ganso apático e Allan Kardec preso entre os zagueiros. Já o Corinthians jogava ao seu estilo, fechado mas com ótima saída para o ataque.

Na segunda etapa o Santos criou mais oportunidades, e foi aí que o goleiro Cássio foi decisivo ao salvar uma cabeçada de Borges e um chute de Juan, que pareciam gols certos.

Como o jogo ficou nervoso a arbitragem entrou em discussão.  Em um contra ataque, os jogadores do Timão reclamaram pênalti de Durval em Emerson, que não aconteceu. Neymar deu uma entrada dura em Castán e foi advertido corretamente com amarelo. Já Emerson Sheik deu um carrinho e acertou Neymar. Como já tinha amarelo, o autor do gol da partida foi expulso e não joga o jogo da próxima semana no Pacaembu.

Já quase no final da partida, houve uma queda de energia elétrica nos refletores do estádio causando a interrupção da partida. Após o reinício, nada demais aconteceu.

Em resumo, a partida foi muito aquém do que se esperava, porém teve lá suas emoções. Para o Corinthians, resta fazer uma partida como a de ontem para alcançar a vaga inédita na final da Taça Libertadores. Já o Santos precisa melhorar a movimentação para escapar da forte defesa corintiana, já que em termos de talento, o peixe é superior ao adversário.

  

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=4xmk2zGI_oA&w=560&h=315]


SANTOS 0 x 1 CORINTHIANS 

Santos: Rafael, Henrique, Edu Dracena, Durval, Juan; Adriano, Arouca (Felipe Anderson) , Elano (Borges), Ganso; Neymar e Allan Kardec (Dimba). Téc: Muricy Ramalho

Corinthians: Cássio, Alessandro, Chicão, Leandro Castán, Fábio Santos; Ralf, Paulinho, Alex (Wallace) e Danilo; Jorge Henrique e Emerson. Téc: Tite

Gol: Emerson, aos 27′ do primeiro tempo.

Amarelos: Neymar (SAN); Cássio, Alessando, Chicão, Leandro Castán e Emerson.

Vermelhos: Emerson

Estádio: Vila Belmiro, Santos-SP

Previous post

Começam as semi-finais da Libertadores e Copa do Brasil

Next post

Palmeiras vence no fim e fica perto da vaga

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *