Home»Futebol Nacional»Copa do Brasil»Palmeiras empata com Grêmio e volta a decidir a Copa do Brasil depois de 12 anos

Palmeiras empata com Grêmio e volta a decidir a Copa do Brasil depois de 12 anos

0
Shares
Pinterest Google+

Com o empate em 1×1 com o Grêmio pelo jogo de volta das semifinais da Copa do Brasil, o Palmeiras irá disputar a final da Copa do Brasil depois de 12 anos.

Em um jogo muito brigado, devido à chuva forte que caía em Barueri, com jogadas ríspidas e muita raça das duas equipes, o Grêmio começou tomando a iniciativa, já que havia perdido o primeiro jogo por 2 x 0 jogandoem casa. Noentando, as melhores chances foram criadas pelo Palmeiras. Primeiro em escapada de Mazinho pela esquerda, que cruzou rasteiro, mas Daniel Carvalho chegou atrasado no lance. Depois, em cruzamento da direita, Maurício Ramos cabeceou para boa defesa de Victor.

O Grêmio insistia nas jogadas aéreas, mas a melhor chance do tricolor foi criada em um cruzamento rasteiro vindo da ala direita, onde Maurício Ramos vacilou e deixou Kleber livre, de frente para o gol. O zagueiro palmeirense se recuperou na jogada e conseguiu bloquear o chute.

Na volta do intervalo, Luxemburgo colocou Rondinelly no lugar de Souza, para buscar os gols que dariam a classificação aos gaúchos.

A chuva voltou a cair forte, prejudicando o espetáculo, e as equipes passaram a jogar mais com a vontade do que com a técnica. O Grêmio insistia no ataque, enquanto o Palmeiras se defendia de forma sólida.

Aos 21 minutos, em bola levantada na área palmeirense, o goleiro Bruno deu rebote e Fernando abriu o marcador para o Grêmio. O gol deu novo ânimo ao time e aos torcedores do Grêmio que compareceram ao estádio.

Felipão lançou Valdívia no lugar de Daniel Carvalho, para dar mais cadência ao jogo, e tentar frear o ataque gremista. A substituição funcionou, e o chileno driblou dois gremistas, passou para Juninho na ala esquerda e recebeu de volta para marcar um belo gol.

Após sofrer o gol de empate, o Grêmio se perdeu emocionalmente, e o Palmeiras valorizou este fato mantendo a posse de bola o máximo possível e com Valdívia fazendo jogadas objetivas, mas que deixassem os adversários mais irritados. Em uma delas, o chileno fez embaixadinhas, mas sempre se desvencilhando dos marcadores, esperando sofrer a falta ou irritar os gaúchos. Quando três jogadores foram para a marcação, ele lançou Barcos, que avançou livre e sofreu falta dura, por trás, na entrada da área feita por Rondinelly. Iniciou-se uma confusão entre os jogadores, onde Rondinelly foi expulso pela falta, o lateral gremista Edílson deu um soco em Henrique e também foi expulso, assim como o volante palmeirense. No reinicio do jogo, Valdívia cobrou a falta na trave.

O Grêmio foi para a pressão no final da partida, mas não conseguiu alterar o marcador.

Mesmo com um time tecnicamente limitado, o Palmeiras conseguiu alcançar um feito enorme. Felipão, que já conhece os caminhos da Copa do Brasil (ganhou em 91 com o Criciúma e em 98 com o Palmeiras), sabe montar equipes para competições de tiro curto, e sabe como fazê-la jogar nessas situações.

Agora o Palmeiras irá enfrentar um ótimo time do Coritiba, em uma final que promete ser equilibrada e muito emocionante.

O Grêmio precisa se focar no Brasileirão, onde a equipe, com os reforços de Zé Roberto e Fábio Aurélio, tem chances de brigar por uma vaga na próxima Libertadores.


PALMEIRAS 1 x 1 GRÊMIO

 Palmeiras: Bruno, Arthur, Maurício Ramos, Thiago Heleno e Juninho (Leandro Amaro); Henrique, Márcio Araújo, João Vitor (Patrik), Daniel Carvalho (Valdívia); Mazinho e Barcos. Téc: Luis Felipe Scolari

Grêmio: Victor, Edílson, Werley, Gilberto Silva, Pará; Fernando, Léo Gago, Souza (Rondinelly) e Marco Antônio (André Lima); Kleber e Marcelo Moreno (Mirales). Téc: Vanderlei Luxemburgo

 Gols: Fernando aos 21 e Valdívia aos 28 do segundo tempo.

 Amarelos: Daniel Carvalho, Valdivia e Barcos (PAL); Gilberto Silva, Pará e Kleber (GRE).

 Vermelhos: Henrique (PAL); Edílson, Rondinelly (GRE)

 Local: Arena Barueri, Barueri – SP.

 Motivo: Semifinal da Copa do Brasil (jogo de volta).

Previous post

Miami fecha a série contra o Thunder e é campeão da NBA

Next post

Com superioridade alemães eliminam gregos e chegam com tudo na semi

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *