Home»Futebol Nacional»Brasileirão»Série C»NOS RINCÕES DO FUTEBOL BRASILEIRO – PARTE 4

NOS RINCÕES DO FUTEBOL BRASILEIRO – PARTE 4

0
Shares
Pinterest Google+

Brasileirão

O Sonho da grande maioria dos pequenos e médios times do Brasil é alcançar um dia a Primeira Divisão do Campeonato Brasileiro. Para estes quatro times o primeiro passo foi dado com sucesso. Vamos conhecer um pouco mais sobre a história deles e como foi o jogo decisivo para que alcançassem tal feito:

Associação Desportiva Confiança (Confiança-SE)

Jogadores do Confiança celebram gol. FOTO: Futebol no Interior
Jogadores do Confiança celebram gol. FOTO: Futebol no Interior

Fundada inicialmente como um time de vôlei e basquete em 1º de maio de 1936, a ADC, da capital do estado de Sergipe, Aracaju, só constituiu um time de futebol no ano de 1949. O Dragão, ou Proletário, como também é conhecido, jogou por 5 vezes a primeira divisão do Campeonato Brasileiro, sendo que seu melhor resultado foi um 26º lugar na edição de 1977. Seus principais títulos são os 19 Campeonatos Sergipanos conquistados até agora, incluindo o deste ano de 2014.

O time sergipano conquistou o acesso após segurar em casa um 0 a 0 com a Jacuipense. Como já tinha vencido fora de casa por 2 a 0, o empate sem gols foi mais que suficiente para que um time de Sergipe subisse de divisão pela primeira vez na história do Campeonato Brasileiro. Parabéns, Dragão!

Londrina Esporte Clube (Londrina-PR)

Londrina comemora o acesso num ano vitorioso da equipe. FOTO: Futebol no Interior
Londrina comemora o acesso num ano vitorioso da equipe. FOTO: Futebol no Interior

Fundado em 5 de abril de 1956, o Londrina Esporte Clube, localizado em Londrina no Paraná, é considerado o maior clube de futebol do interior paranaense. Entre os grandes feitos do “Tubarão” destaca-se a conquista da Série B do Campeonato Brasileiro em 1980. Além disto, o time azul e branco conquistou 4 campeonatos paranaenses, incluindo a edição atual (2014) e participou 6 vezes da Primeira Divisão do Campeonato Brasileiro onde seu melhor resultado foi um sétimo lugar no ano de 1977.

O acesso foi também alcançado com um 0 a 0 em casa diante da Anapolina, após ter vencido fora de casa por 2 a 0. O time paranaense participará pela segunda vez da Série C do Campeonato Brasileiro. Parabéns Tubarão.

Tombense Futebol Clube (Tombense-MG)

Em dia histórico, o centenário time de Tombos conquistou o acesso. FOTO: Tombense
Em dia histórico, o centenário time de Tombos conquistou o acesso. FOTO: Tombense

Fundado em 7 de setembro de 1914, o Tombense Futebol Clube, localizado na cidade de Tombos, na Zona da Mata em Minas Gerais, disputou durante a maior parte da sua história campeonatos de futebol amador. Somente a partir de 1999 é que o time foi profissionalizado e, a partir daí, o “Gavião Carcará” teve como grandes feitos a conquista do Campeonato Mineiro da Segunda Divisão (equivalente à terceira divisão estadual) em 2002 e 2006.

O time mineiro conquistou o inédito acesso à Série C, com uma vitória em casa por 2 a 0 sobre o Moto Club, com gols de Daniel Amorim aos 31 do primeiro tempo e Élvis aos 39 do segundo tempo. Como havia empatado o primeiro jogo por 2 a 2, este placar foi mais que suficiente para o acesso do time de Tombos. Parabéns Gavião Carcará.

Grêmio Esportivo Brasil (Brasil de Pelotas-RS)

Torcida xavante faz festa pelo acesso do time de Pelotas. FOTO: reprodução Twitter
Torcida xavante faz festa pelo acesso do time de Pelotas. FOTO: reprodução Twitter

Fundado em 7 de setembro de 1911 o Grêmio Esportivo Brasil, mais conhecido como Brasil de Pelotas localizado na mesma cidade no Rio Grande do Sul é uma tradicional equipe do interior gaúcho. Entre os grandes feitos do Xavante podemos destacar a conquista do Campeonato Gaúcho de 1919 e o terceiro lugar no Campeonato Brasileiro da Série A no ano de 1985.

O Brasil foi aquele que subiu de forma mais dramática. Após vencer por 2 a 1 em casa, o Xavante perdeu pelo mesmo placar fora de casa para o Brasiliense com gols de Luiz Carlos aos 13 e 42 do primeiro tempo para o time de Taguatinga e Nena para o Xavante aos 45 também do primeiro tempo.

A disputa então foi para os pênaltis e brilhou a estrela do goleiro Eduardo Martini, que pegou os pênaltis cobrados por Braz e Baiano, enquanto Forster converteu o pênalti que garantiu o Xavante na Série C do Brasileirão em 2015.

6

Previous post

NOS RINCÕES DO FUTEBOL BRASILEIRO - PARTE 3

Next post

LÍDER SE COMPLICA E RIVAIS COLAM NA BRIGA PELO TÍTULO

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *