Home»Futebol Nacional»Brasileirão»MASSACRE DO CORINTHIANS E AS ÚLTIMAS DISPUTAS EM ABERTO NO BRASILEIRÃO

MASSACRE DO CORINTHIANS E AS ÚLTIMAS DISPUTAS EM ABERTO NO BRASILEIRÃO

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Brasileirão

A rodada #36 do Brasileirão poderia ter dado fim a uma série de disputas da competição mas pelo contrário. Pôs mais lenha na fogueira ainda. Menos para o Joinville, que foi confirmado como o primeiro rebaixado da competição. Mas a rodada teve um outro destaque.

O que roubou a cena na rodada foi a surra aplicada pelo campeão Corinthians sobre o rival São Paulo. A festa do hexa na Arena de Itaquera teve direito a 6×1 com o time reserva, num verdadeiro passeio. A humilhante derrota joga sobre o tricolor uma crise incompatível com sua posição. Aliás, a posição do time é que é incompatível com o futebol apresentado.

https://youtu.be/JhsTzTvE8qc

Diante do pastelão do São Paulo o Inter se empolgou, venceu o Gre-Nal e empatou com o time paulista na luta pela vaga. Aliás, apesar de toda a irregularidade e os tropeços, o Inter parece ser um time melhor que o tricolor paulista e até mais merecedor de ir à Libertadores. O Santos, que está em quinto, largou o Brasileirão de lado e poupou-se para decidir a Copa do Brasil contra o Palmeiras. O Palmeiras fez o mesmo, o que é mais arriscado para ele, que ao empatar com o Cruzeiro em casa, acabou com suas chances de arrumar uma vaga na Libertadores pelo Brasileirão.

Colorados vencem Gre-Nal e colam no Sâo Paulo. FOTO: Internacional
Colorados vencem Gre-Nal e colam no Sâo Paulo. FOTO: Internacional

Aliás, essa vaga está basicamente dividida entre São Paulo, que tem 51% de chance de garanti-la, e o Inter, que tem 33%. O Santos, que perdeu para o Coritiba, passou a ter 15% de chances, exatamente por priorizar a Copa do Brasil. Com 1% de chance, Sport e Cruzeiro ainda sonham. O Sport com um ponto a mais que a raposa, porém com um empate em casa sem gols contra o Atlético-PR, que desanimou demais a equipe. Já o Cruzeiro, que deixou escapar a vitória fora de casa contra o Palmeiras, foi trazido de volta a briga pela surra dos reservas do Corinthians sobre o Sâo Paulo.

Flamengo e Ponte Preta terminou em 1×1, minando as chances da Macaca de ir a Libertadores, mas marcou a rodada pela atuação decisiva do Diego Oliveira, que empatou a partida e foi terminar no gol do time campineiro, impedindo a derrota da equipe.

Diego Oliveira faz o gol de empate, vai para o gol e salva a Ponte. FOTO: Adalberto Marques/AE
Diego Oliveira faz o gol de empate, vai para o gol e salva a Ponte. FOTO: Adalberto Marques/AE

O jogo da morte da rodada foi realizado em Joinville, onde os donos da casa foram derrotados pelo Vasco por 2×1. O resultado, como já dissemos, consumou a volta do time catarinense à Série B, depois de uma temporada na elite. Por outro lado, deu uma sobrevida ao Vasco, que ultrapassou o Goiás e ficou a três pontos de sair do Z4. Mesmo assim, ainda são 87% de chances de rebaixamento. Pior que os cruzmaltinos, só o esmeraldino. O Goiás, arrancou um empate com o Galo no Horto, que impediu um possível rebaixamento do time já nesta rodada.

Depois de uma temporada na elite, Joinville volta à Série B. FOTO: Rodrigo Philipps / Agência RBS
Depois de uma temporada na elite, Joinville volta à Série B. FOTO: Rodrigo Philipps / Agência RBS

O Figueirense ficou no 0x0 no clássico contra a Chapecoense, o que colocou o time a beira da degola, alcançado que foi pelo Coritiba, que derrotou o Santos em casa. Quem se deu mal foi o Avaí, que perdeu para o Fluminense e entrou na zona da degola num momento nada pertinente. A situação é tão perigosa, que se Figueirense e Coritiba vencerem na próxima rodada, todos os quatro rebaixados estarão consumados.

Com isso, podemos dizer que a próxima rodada é para se ficar de olho. Vamos ter decisões para tudo que lado e talvez, as últimas definições da competição.  Cabe-se dizer que dos quatro últimos, três voltavam a série A nesta temporada, o que reitera a necessidade dos times de se prepararem melhor para disputar a elite do nacional. Ainda teremos um Grêmio e Atlético-MG valendo vice, e São Paulo e Inter decidindo a vaga na Libertadores, ou chamando Cruzeiro e Sport para decidir na última rodada. Ou seja, muita tensão por aí.

SELEÇÃO-DA-RODADA36

Post Anterior

CORINTHIANS CONQUISTA O HEXA BRASILEIRO

Próximo Post

ATP FINALS E O MARKETING DE FIM DE ANO DO TÊNIS

Sem Comentários

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *