Home»Futebol Nacional»UM FIM DE SEMANA MUITO LOUCO NOS ESTADUAIS

UM FIM DE SEMANA MUITO LOUCO NOS ESTADUAIS

0
Shares
Pinterest Google+

E não é que de repente os campeonatos estaduais resolveram nos pregar uma peça? Zebras aconteceram aos montes e uma série de fatos curiosos marcaram a rodada do fim de semana, que em muitos campeonatos, marcou a fase final de definição dos classificados para o mata-mata. Mas aconteceu tanta coisa maluca que merece uma analise mais profunda.

No Gauchão, por exemplo, o tradicional Caxias foi muito mal e surpreendentemente caiu para a série B. Enquanto Inter e Grêmio sobraram, o Ypiranga de Paulo Baier chegou em terceiro e é uma das atrações das quartas de final. Porém, o campeonato pode até parar, devido ao caso de injuria racial contra o Inter, no caso do jogador Fabrício.

Novo Hamburgo vence e rebaixa o Caxias. FOTO: Agencia RBS
Novo Hamburgo vence e rebaixa o Caxias. FOTO: Agencia RBS

Em Santa Catarina, o hexagonal final está na sétima de dez rodada e o Criciúma na lanterna já não tem mais chances. A briga deve ficar entre Joinville, Figueira e Chapecoense, colegas de série A do Brasileirão. Aliás, o outro time do estado na elite nacional passou aperto. O Avaí foi para no quadrangular que decide os rebaixados! Faltando uma rodada ainda, o time lidera com nove pontos, mas o último, Marcílio Dias tem seis. Logo, se perder na última rodada e tiver seu saldo de gols batido, o Avaí ainda pode cair. É bom abrir o olho.

Avaí goleia Guarani mas ainda não se garante na primeira divisão. FOTO: Agencia RBS
Avaí goleia Guarani mas ainda não se garante na primeira divisão. FOTO: Agencia RBS

No Paraná, as quartas de final já começaram, com direito a reedição da última final, entre Londrina e Maringá. O Paraná esteve perto de falir mas conseguiu chegar ao mata-mata. Já o Atlético-PR deu vexame e ficou entre os quatro últimos que lutam para não cair. Venceu seu primeiro jogo na luta contra a queda, mas ainda vai ter que se esforçar muito para evitar o desastre.

Furacão vence sob pressão e inicia luta para não cair. FOTO: Divulgação/Gustavo Oliveira/Atlético-PR
Furacão vence sob pressão e inicia luta para não cair. FOTO: Divulgação/Gustavo Oliveira/Atlético-PR

Em São Paulo a primeira interminável chegou apenas a sua penúltima rodada. Apena uma vaga não está definida para as quartas e os quatro grandes nadaram de braçada. Destaque negativo para a Lusa que luta para escapar de mais uma queda.

Apático, São Paulo leva olé do Botafogo-SP e de quebra perde Muricy. FOTO: Céli Messias
Apático, São Paulo leva olé do Botafogo-SP e de quebra perde Muricy. FOTO: Céli Messias

Em Minas, Galo e Cruzeiro deram vexame e perderam na última rodada e viram a Caldense, grande surpresa da competição, terminar em primeiro. Com isso, o time de Poços de Caldas enfrenta o Tombense, que eliminou o América ao vencer o Cruzeiro no Mineirão. A outra semifinal será o clássico, que acabou caindo em meio a jogos decisivos pela Libertadores. Na rabeira, destaque para o Guarani de Divinópolis que passou a competição toda sem vencer e, com dois triunfos nas duas últimas rodadas, escapou da degola.

Caldense termina invicta, em primeiro e força um Atlético x Cruzeiro nas semis. FOTO: Assessoria Caldense
Caldense termina invicta, em primeiro e força um Atlético x Cruzeiro nas semis. FOTO: Assessoria Caldense

No Rio, faltando uma rodada, Vasco, Fluminense e Madureira disputam duas vagas na semifinal. Botafogo e Flamengo já estão lá. No fim de semana teve de tudo. Protesto contra a Federação Carioca pela suspensão de Luxa, expulsão e polêmica declaração de Fred e uma pelada sem vergonha entre Friburguense e Vasco, que acabou em 5×4 para o time de Nova Friburgo. Como se já não bastasse, o Barra Mansa perdeu 15 pontos por usar jogador irregular e está rebaixado.

Friburguense derrota Vasco em jogo de 9 gols, três pênaltis e jogador marcando pros dois lados. FOTO:  Marcelo Sadio/Vasco
Friburguense derrota Vasco em jogo de 9 gols, três pênaltis e jogador marcando pros dois lados. FOTO: Marcelo Sadio/Vasco

No Baiano, o Vitória morreu nas quartas de final para se dedicar a Copa do Nordeste. Com isso, o Bahia parece favorito ao título, tanto que já venceu a primeira partida das semis contra o Juazeirense. Do outro lado o Vitória da Conquista sapecou o Colo Colo e deve ir a final.

Em Pernambuco, o hexagonal semifinal matou o Náutico, que ficou na lanterna. Quem segue na luta é o Santa Cruz, que pega o Central, e o Salgueiro, que desafia o Sport.

No Ceará as semifinais já começaram. Nada de novo. Ceará e Fortaleza venceram o Guarany de Juazeiro e o Icasa fora e devem decidir a parada.

No mais, nada de novo pelos outros estados, que ainda não estão em fases agudas ou não tiveram acontecimentos que chamassem atenção. Mas só de ver jogo terminando 5×4, time tradicional passando aperto e coisas do gênero, essa foi uma das poucas vezes que achei os estaduais legais.

Previous post

E SE OS PERSONAGENS DOS QUADRINHOS FOSSEM TIMES DA NFL

Next post

CHINA, RAIKKONEN E A SORTE DE CAMPEÃO

1 Comment

  1. Avatar
    12/04/2015 at 9:10 — Responder

    Engrae7ado ver um livro acerca de um tlaharbo de meu tio-avf4!Sou filha de JorgeM de Barros Forsado ,filho de Pedro do Carmo Carvalho Forsado e irme3o de Rui Forsado.Tive o livro dele “Para o calve0rio”ate9 pouco tempo atre1s e dei-o de presente a um casal amigo .Soube que nas Calda da Rainha tem uma rua com o nome dele.Fui ver no google e vim parar aqui.:)

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *