Home»Esportes Americanos»SUPER BOWL XLIII – RECEPÇÃO MILAGROSA NO FIM DO JOGO DA SEXTO TÍTULO AOS STEELERS

SUPER BOWL XLIII – RECEPÇÃO MILAGROSA NO FIM DO JOGO DA SEXTO TÍTULO AOS STEELERS

0
Shares
Pinterest Google+

nfl

No dia 1 de Fevereiro de 2009, Pittsburgh Steelers e Arizona Cardinals disputaram o Super Bowl XLIII no Raymond James Stadium em Tamba Bay na Flórida, em uma das partidas mais emocionantes da história da NFL.

warner
Kurt Warner liderava os Cardinals

O Pittsburgh Steelers já havia vencido cinco Super Bowls em sua história, o último no Super Bowl XL contra os Seattle Seahawks em Fevereiro de 2006, e buscava a sexta conquista. O Arizona Cardinals chegava à sua primeira disputa de Super Bowl, quando muitos acreditavam que não seria possível. A seu favor, os Cardinals tinham o experiente quaterback Kurt Waner, que já havia comandado o ataque do Saint Louis Rams denominado “The Greatest Show on Turf”, o wide receiver Larry Fitzgerald e uma ótima defesa.

Big Ben liderou o ataque dos Steelers
Big Ben liderou o ataque dos Steelers

Com uma campanha de 12-4 na temporada regular, os Steelers mostravam que estavam novamente em forma, como na temporada de 2005, já que grandes jogadores daquele time ainda estavam na equipe, como o quaterback Ben Roethlisberger, o Big Ben, e os grandes nomes defensivos como o Safety Troy Polamalu, o Libebacker James Harrison e o Defensive End LaMarr Woodley. Nos playoffs a equipe de Pittsburgh elevou o nível do seu jogo e venceu o San Diego Chargers e o rival de divisão Baltimore Ravens na final da AFC.

O Arizona Cardinals viveu um ano mágico em sua história. Após vencer a sua divisão com uma campanha de 9-7 na temporada regular, e chegar sem muito alarde aos playoffs, os Cardinals bateram o Atlanta Falcons na rodada de Wild Card, o Carolina Panthers no divisional round e o Philadelphia Eagles na final da NFC, o que aumentou a moral da equipe.

Diferentemente dos outros Super Bowls citados em nossos posts especiais, não havia favorito ao título nessa partida, muito pelo que foi apresentado pelas duas equipes nos playoffs.

Começa a partida e os Steelers tem a primeira posse de bola. Big Ben lidera um drive até a linha de 1 jarda do campo de ataque, mas após não conseguir entrar na end zone, a equipe chuta um field goal de 18 jardas com Jeff Reed e deixa o placar em 3 x 0.

O ataque dos Cardinals não havia funcionado bem no primeiro quarto, e continuou assim no início do segundo. Após receber a bola, Big Ben novamente liderou um drive até a linha de 1 jarda, só que dessa vez Gary Russell correu para a end zone e deixou o placar em 10 x 0 para os Steelers.

Vendo que o título estava indo por água abaixo, Kurt Warner e seu ataque conseguem produzir algo na partida. Em um drive de 83 jardas em 9 jogadas e 5:27 minutos, o Warner consegue o passe derradeiro para Ben Patrick anotar o primeiro touchdown dos Cardinals no jogo. Placar neste momento era de 10 x 7 para os Steelers.

James Harrison entra na end zone após retornar uma INT por 100 jardas
James Harrison entra na end zone após retornar uma INT por 100 jardas

Big Ben volta a campo mas é interceptado pela defesa dos Cardinals. Kurt Warner tem a chance de colocar os Cardinals na frente após levar o seu ataque à linha de 1 jarda do campo de ataque, restando apenas 14 segundos para o intervalo. O quaterback dos Cardinals tenta o passe e é interceptado por James Harrison na linha de gol, o linebacker dos Steelers atravessa todo o campo e anota o touchdown mais longo da história do Super Bowl (100 jardas) e aumenta a vantagem da sua equipe para 17 x 7.

Na volta do terceiro quarto a partida não teve grandes emoções. Somente os Steelers conseguiram aumentar a sua vantagem para 20 x 7, após um field goal de 21 jardas anotado por Jeff Reed.

Assim como no Super Bowl XXXVI, jogando pelos Rams, Kurt Warner chegava ao quarto período precisando anotar muitos pontos para vencer o jogo. E mais uma vez ele foi bem. Warner lidera o seu ataque em um drive par 87 jardas e acerta um passe de 1 jarda para Larry Fitzgerald anotar um touchdown faltando pouco mais de 7 minutos para fim da partida.

Faltando 3 minutos para o fim, os Steelers recebem a bola na linha de 1 jarda do seu campo e precisam avançar. Big Ben consegue um belo passe de 20 jardas para Santonio Holmes, mas a jogada é anulada pois o center dos Steelers, Justin hartwig, comete falta dentro da end zone, o que configura um Safety e dois pontos para os Cardinals e a posse de bola na jogada seguinte, o que deixou o placar da partida em 20 x 16.

Fitzgerald corre por 55 jardas para anotar o TD que virou o jogo
Fitzgerald corre por 55 jardas para anotar o TD que virou o jogo

Em uma segunda descida para 10, faltando 2:48 minutos para o fim, Kurt Warner consegue uma bela conexão com Larry Fitzgerald para 78 jardas e é touchdown para os Cardinals! Pela primeira vez na partida a equipe do Arizona liderava o placar, que estava em 23 x 20, faltando poucos minutos para o fim. Mais uma vez Kurt Warner conseguia reverter um placar adverso no Super Bowl, só que dessa vez ele estava prestes a vencer a partida.

Pouco mais de dois minutos para o fim e os Steelers precisavam de no mínimo um field goal para levar o jogo para a prorrogação. Big Ben começou a liderar o ataque na linha de 22 jardas do campo de defesa e logo no início houve uma penalidade de 10 jardas e os Steelers tinham uma primeira descida para 20 jardas. A partir dessa hora, os dois grandes nomes do jogo apareceram: Big Ben e Santonio Holmes.

Big Ben conecta dois passes para Holmes para um ganho total de 27 jardas e uma nova primeira descida.

Em uma primeira para 20 jardas, Big Ben conecta uma jogada de 40 jardas para Santonio Holmes e os Steelers já saiam do buraco. Após algumas jogadas, Big Ben consegue um passe de 11 jardas, encontra Holmes na linha de 35 jardas e ele corre até a linha de 6 jardas, deixando os Steelers muito perto da pontuação.

Santonio Holmes faz a recepção milagrosa
Santonio Holmes faz a recepção milagrosa

O que se vê a seguir é uma das jogadas mais sensacionais da história do Super Bowl. Faltando apenas 43 segundos para o fim, em uma segunda descida para o gol, Big Ben recebe o snap, ganha tempo no pocket e lança a bola para Santonio Holmes no fundo do canto direito da end zone, atrás de uma cobertura de nada menos que três jogadores dos Cardinals. Holmes, que seria nomeado o MVP da partida, consegue a recepção se mantendo em campo com a ponta dos pés, para validar o touchdown que deu o sexto título para o Pittsburgh Steelers.

Kurt Warner ainda teve a última chance de vencer o jogo. Após levar o ataque até a linha de 50 jardas, eles tentaram uma Hail Mary faltando 14 segundos para o fim. A defesa dos Steelers pressionou Warner, impedindo o passe e LaMarr Woodley conseguiu forçar um fumble do quaterback dos Cardinals, que teve a bola recuperada pelos Steelers, o que pôs fim ao jogo.

Os Steelers conseguiram a sua sexta glória em uma partida épica, contra um adversário de grande valor. Com este título, a equipe de Pittsburgh se tornou a maior campeã do Super Bowl, feito ainda não igualado.

Já os Cardinals ainda continuam sua luta pelo título inédito.

Previous post

JOGADAS DA SEMANA | A VOLTA DO MATADOR AUSTRALIANO

Next post

SUPER BOWL XLII - A MAIOR JOGADA DA HISTÓRIA DO SUPER BOWL

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *