Home»+ Esportes»50 ANOS E UM MAHOMES DEPOIS: O SEGUNDO SUPER BOWL DOS CHIEFS

50 ANOS E UM MAHOMES DEPOIS: O SEGUNDO SUPER BOWL DOS CHIEFS

0
Shares
Pinterest Google+

Os Chiefs conquistaram seu segundo Super Bowl e a Patrick Mahomes vai para a história da NFL (e para a Disney). Uma noite histórica para a NFL!

Na apoteose da temporada 100 da NFL, o Hard Rock Stadium, em Miami, viu o Kansas City Chiefs vencer o San Francisco 49ers por 31×20 de forma espetacular com uma virada no último quarto e levaram o Super Bowl LIV.  E Patrick Mahomes, que vinha sendo jantado pela defesa dos Niners, acordou para a vida no último período e lançou para dois touchdowns, conduzindo a virada.

Essa era a final que o Super Bowl merecia, no ano do centenário da liga. As duas melhores equipes se enfrentaram e fizeram um jogo a altura da expectativa. A vitória de Kansas já é a segunda maior virada da história do Super Bowl, atrás apenas daquele história Patriots x Falcons. Por falar em viradas, esse Chiefs se especializou nisso.

O CHIEFS É O TIME DA VIRADA

Mesmo sendo favorito na AFC, a equipe de Kansas não foi soberana. Depois de uma temporada regular de 12-4 (os Niners, por exemplo, fizeram 13-3 na NFC) os Chiefs chegaram aos playoffs com grande favoritismo. Se em 2019 o time foi avassalador até bater nos Patriots, nesta temporada as coisas foram diferentes.

Foram dois jogos dificílimos nos playoffs. Uma virada impressionante contra os Texans – de 24×0 para 24×28 antes do intervalo – e outra contra o Tennessee Titans, grande underdog da temporada, colocaram o time num Super Bowl depois de 50 anos.

Vale dizer que podemos botar essas duas viradas na conta do Mahomes. Aliás, vamos falar mais sobre ele.

Kansas City Chiefs
Contra os 49ers, os Chiefs conquistaram sua terceira virada seguida. FOTO: Larry W. Smith/EPA

MAHOMES!

Quem pode para Patrick Mahomes? Sensação desde que entrou para a NFL, em 2018, conseguiu 50 passes para touchdown e foi o MVP da temporada regular 2018/2019. E claro, levou os Chiefs à final da Conferência Americana (AFC), logo em sua segunda temporada.

Hoje ele é, sem dúvida, o melhor QB da NFL. Além de números absurdos (o que, como já vimos, ele já tinha feito na temporada 18/19) ele decidiu jogos absurdos, se notabilizando como o cara das viradas. Foram CINCO viradas comandadas pelo astro nas quais o seu time estava perdendo por dígitos duplos. Como se não bastasse, três delas foram nos playoffs. Nunca um quarterback havia feito isso.

Nenhum quarterback na história havia tido três viradas nos playoffs assim. E provavelmente ele ainda tem muito a conquistar.

O MVP do Super Bowl dedicou o triunfo a Andy Reid, técnico desde o início de sua jornada com os Chiefs. Aliás, vamos abrir uma parêntese para Andy.

Patrick Mahomes no seu auge. FOTO: REUTERS/Shannon Stapleton
Patrick Mahomes no seu auge. FOTO: REUTERS/Shannon Stapleton

ANDY E O MELHOR DUPLO CHEESEBURGUER DA SUA VIDA

Andy Reid finalmente conquistou um título da NFL. O treinador é um dos mais queridos na liga e também um dos mais vencedores, mas ele ainda não tinha conquistado o troféu Vince Lombardi. Para se ter ideia do tamanho de Andy (sem trocadilhos), ele tem 222 vitórias na liga em quase 22 anos como head coach, o que coloca ele como sétimo na história da NFL.

Além do sucesso em campo, o que chama atenção em Andy é a vida pessoal. Superou o drama da perda de um filho por causa das drogas e tem uma vida nada espalhafatosa, com direito a dirigir até hoje o carro que ganhou de seu pai.

Sempre bem humorado, ao ganhar o título (depois de bater na trave com o Philadelphia Eagles), Andy disse que comemoraria com um duplo cheeseburger.

Andy Reid finalmente venceu um Super Bowl. FOTO: REUTERS/Shannon Stapleton
Andy Reid finalmente venceu um Super Bowl. FOTO: REUTERS/Shannon Stapleton

UMA NOVA DINASTIA

Nada disso. Muito cedo para tanto. Mas que é um time promissor, sem dúvida é. Para os próximos anos, a AFC vai passar por mudanças e os Chiefs são a principal razão delas. Depois de anos sendo dominada pelos Patriots, a conferência nunca esteve tão perto de ter uma nova franquia dominante.

Além disso, o título de Kansas foi bem emblemático. Com a quinquagésima quarta edição do Super Bowl finalizada, AFC e NFC tem 27 títulos cada, ratificando o equilíbrio. Cinquenta anos depois, o troféu da NFL voltou para uma das franquias responsáveis pela transformação da liga, no seu começo após fusão.

Por fim, uma nova fase se apresenta para a NFL. E ela tem o protagonismo dos Chiefs e a cara de Mahomes, que aliás, realizou seu sonho de ganhar um Super Bowl e ir para a Disney.

Mahomes na Disney. FOTO: Joe Burbank/Orlando Sentinel

Vale dar um confere no halftime que teve Shakira e J-Lo.

E pra quem quiser, dá pra ver os comerciais do Super Bowl.

Previous post

A NOVA COR DO HANDEBOL HOLANDÊS É DOURADA

Next post

This is the most recent story.

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *