Home»Futebol Nacional»A SELEÇÃO DO PRIMEIRO TURNO DO BRASILEIRÃO

A SELEÇÃO DO PRIMEIRO TURNO DO BRASILEIRÃO

0
Shares
Pinterest Google+

Enquanto o segundo turno do Brasileirão já teve bola rolando, fizemos um apanhado das seleções de cada rodada do primeiro turno – que publicamos periodicamente em nossa fanpage – para saber quais foram os melhores do primeiro turno. O critério foi simples: quem foi escolhido mais vezes entrou na lista!

Se você tiver uma defesa fraca, a chance de assumir a posição de goleiro da seleção é muito grande. Foi o caso o bom João Ricardo, destaque do lanterna América-MG, que foi escolhido para a seleção de três rodadas no primeiro turno, além de várias indicações.

As laterais também foram unânimes. Na direita deu Victor Ferraz, do líder Santos, que  foi escolhido cinco vezes. Na esquerda, Reinaldo da Ponte Preta apareceu três vezes, garantindo sua vaga.

Entre os zagueiros, duas situações bem distinta. Se Geromel, do Grêmio, foi soberbo, sendo o jogador mais escalado dentre todas as posições, com seis aparições, a outra vaga foi pra lá de disputada. Houve um empate entre cinco defensores, todos com duas escalações. Adalberto (América-MG), Maicon (São Paulo), Matheus Ferraz (Sport) e Edu Dracena e Vitor Hugo (Palmeiras) foram escolhidos o mesmo número de vezes. Vantagem para Victor Hugo, por ter sido indicado mais vezes, oito em 19 rodadas.

Empate também entre os volantes. Duas escalações para Moisés (Palmeiras), William Aarão (Flamengo), Otávio (Atlético-PR), Bruno Henrique (Corinthians) e Leandro Donizeti (Atlético-MG). Vantagem para os atletas do Corinthians e do Galo, que foram indicados para a seleção quatro vezes cada.

Presentes em quatro seleções cada, Diego Souza do Sport e Vitor Bueno do Santos, foram os meias do primeiro turno. Na reta final eles superaram Cleiton Xavier, do Palmeiras, que teve três escalações e Cazares, do Atlético-MG, que além de ter sido escalado três vezes e indicado em outras seis, perdeu espaço quando se machucou.

Para encerrar, o ataque foi fácil. Com cinco participações em seleções, os dois artilheiros do campeonato: Robinho, do Atlético-MG, e Gabriel Jesus, do Palmeiras.

selecaodoprimeiroturno

Previous post

EM DIA DE ZEBRA, THIAGO BRAZ FAZ HISTÓRIA NO SALTO COM VARA

Next post

DIA DO BRASIL IR DO INFERNO AO CÉU

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *