Home»Esportes Americanos»PLAYOFFS NBA: TODOS CONTRA OS WARRIORS

PLAYOFFS NBA: TODOS CONTRA OS WARRIORS

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Quem ficou um tempo sem acompanhar a NBA acabaria se assustando com esta temporada da NBA. Quem diria que a melhore equipe da temporada regular seria o Golden State Warriors. E, diga-se de passagem, com sobras.

Os Warriors foram um caso a parte. Com sua melhor campanha na história, com 67 vitórias e 81,7% de aproveitamento, o time varreu a conferência oeste terminou com o primeiro lugar geral. Comandado pelos “Splash Brothers”, Klay Thompson e Stephen Curry, o jovem time de Golden State foi implacável até agora, mas terá que mostrar a mesma força nos playoffs contra os Pelicans, que teve de longe a classificação mais emocionante. O time de New Orleans venceu os Spurs na última rodada e despachou os Thunders dos playoffs. Mesmo com uma classificação tão suada, o time dos Pelicans é perigoso e tem em Anthony Davis seu maior destaque. Não vai ser fácil, mas este é o confronto menos equilibrado.

O franco favorito a ganhar o MVP da temporada, o Stephen Curry vai comandar os Warriors nos playoffs. FOTO: Reuters
O franco favorito a ganhar o MVP da temporada, o Stephen Curry vai comandar os Warriors nos playoffs. FOTO: Reuters

Logo depois dos Warriors, com um aproveitamento bem menor, vieram Houston Rockets e Los Angeles Clippers, com 68,3%. O time de Houston foi outro que deu show na temporada regular, principalmente por causa do barbudo James Harden. O time ainda cresceu de produção com a volta de Dwight Howard. Mas o segundo lugar garantiu apenas um clássico já na primeira rodada dos playoffs. O time de Houston enfrenta o Dallas Mavericks de Dirk Nowitzki, que ainda é muito centrado no alemão e tenta se entrosar com os reforços que chegaram durante a temporada: Amar Stoudemire e Rajon Rondo. Vai ser jogão.

O grande duelo entre o colecionador de recordes Dirk Nowitzk e o forte candidato a MVP James Harden. FOTO: NBA
O grande duelo entre o colecionador de recordes Dirk Nowitzk e o forte candidato a MVP James Harden. FOTO: NBA

Voltando aos Clippers, a ótima campanha e o desempenho sensacional de Chris Paul na temporada regular, parecia um sinal de que o time de Los Angeles poderia finalmente acabar com a sina de chegar e não ganhar. Mas não é que o destino botou o San Antonio Spurs no meio do caminho. O time de Greg Popovic foi irregular a temporada inteira, mas quando os ventos dos playoffs sopraram o velho Spurs deu as caras. O time continua centrado no “Big Three” Duncan, Parker e Ginobilli, mas tem ótimos nomes como Splitter e Leonard. Vai ser osso duro de roer para a os parceiros de Chris Paul, DeAndre Jordan e Blake Gliffin, no duelo mais equilibrado dos playoffs.

Duelo entre um time que sempre chega e não leva e outro que quase sempre que chega leva. FOTO: NBA
Duelo entre um time que sempre chega e não leva e outro que quase sempre que chega leva. FOTO: NBA

Fechando o lado Oeste, o duelo dos desfalcados entre Portland Trail Blazers e Memphis Glizzlies. Somando as duas equipes, o estaleiro conta com Wesley Matthews, Tony Allen, Nicolas Batum, Arron Afflalo e Mike Conley. Apesar de ter ficado em quinto, o time do Memphis fez uma boa campanha, pautado no jogo coletivo e sob o comandado de Marc Gasol, em uma de suas melhores temporadas. Já o Portland fez uma campanha bacana, mas depende demais da dupla Damian Lillard e LaMarucs Aldridge. Antes do “fenômeno Warriors”, os Blazers eram um dos favoritos ao título do Oeste, mas a queda de rendimento na segunda metade da temporada coloca em cheque até um possível favoritismo contra o Glizzlies.

damian-lillard-nicolas-batum-lamarcus-aldridge-nba-los-angeles-clippers-portland-trail-blazers-850x560
O antes favorito Blazers tera vida difícil contra os Glizzlers. FOTO: AP

Não da para falar da Conferência Leste  sem citar o ano pífio do mais tradicional de Los Angeles. Dos Lakers só se salvou a cesta histórica de Kobe Bryant, que fez com que o craque ultrapasse outro gênio, Michael Jordan, em número de pontos. No resto só vexames.

Cabe ressaltar a frustração de Russell Westbrook. Com uma temporada digna de MVP, terminou com 11 triplo-duplos e foi o maior pontuador da temporada regular, com uma média de 28,1 pontos por partida. Mas, sem Kevin Durant, não foi o suficiente para classificar o Oklahoma City Thunder para os playoffs.

Mesmo com uma temporada digna de MVP, Westbrook não disputará os playoffs. FOTO: Kyle Terada -USA TODAY Sports
Mesmo com uma temporada digna de MVP, Westbrook não disputará os playoffs. FOTO: Kyle Terada -USA TODAY Sports

É amigos, o lado Oeste promete. Principalmente com o clássico texano. O Warriors que abra o olho, pois da segunda rodada dos playoffs para a frente a coisa vai apertar bastante.

Post Anterior

PLAYOFFS NBA: DE HAWKS A LEBRON, QUAIS OS DESTAQUES DO LESTE

Próximo Post

JOGADAS DA SEMANA | URUGUAIOS DISTRIBUEM CANETAS POR AÍ

Sem Comentários

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *