Home»+ Esportes»MUNDIAL DE VÔLEI COMEÇA DE FORMA COLOSSAL NA POLÔNIA

MUNDIAL DE VÔLEI COMEÇA DE FORMA COLOSSAL NA POLÔNIA

0
Shares
Pinterest Google+

FUTEBOL2014

E começou o Campeonato Mundial de vôlei masculino. E de forma épica! A Polônia esperou muito pelo mundial e quis mostrar ao mundo a grandiosidade da competição. Para isso fez da abertura da competição uma partida histórica, o primeiro jogo de um mundial realizado num estádio de futebol, com direito a 62 mil torcedores no Estádio Nacional de Varsóvia. A vitória da Polônia por 3×0 sobre a Sérvia foi apenas um aperitivo do que o mundial promete apresentar.

Polônia e Sérvia abrem o mundial no Estádio Nacional de Varsóvia. FOTO: FIVB
Polônia e Sérvia abrem o mundial no Estádio Nacional de Varsóvia. FOTO: FIVB

A própria Polônia pode surpreender, principalmente tendo ao seu lado o apoio massivo da torcida. O time é muito irregular, tendo oscilado muito desde o vice-campeonato mundial de 2008, e vai se valer da camisa para ir adiante. Mais ou menos na mesma linha vem a Sérvia, que deve se apoiar no seu melhor jogador Atanasijevic. A terceira força do grupo, talvez até a segunda, a Argentina deve passar com facilidade e talvez até dispute a liderança da chave. Com base no UPCN e alguns destaques atuando na Polônia e na Itália, os hermanos vão jogar de igual para igual com sérvios e poloneses. O resto do grupo é vai ser equilibrado entre Austrália e Venezuela, que devem lutar pela última vaga. A Austrália, credenciada pela classificação para a fase final da última Liga Mundial, é a principal favorita a classificação. Camarões deve ganhar experiência internacional. Nada mais.

Polônia entra com apoio da torcida. FOTO: FIVB
Polônia entra com apoio da torcida. FOTO: FIVB

O grupo B é muito desequilibrado. Brasil e Cuba estão muito à frente dos demais times. A Alemanha tem muita força física e vai se classificar pela fraqueza do grupo. A Tunísia é favorita a lanterna, mas não podemos descartar o fator zebra. Finlândia e Coréia do Sul vão ter a chance de se classificar, com os nórdicos levando vantagem, principalmente depois da boa participação na fase de grupos da Liga Mundial.

O Brasil aparece como grande favorito ao primeiro lugar. Mesmo com a renovação feita nos últimos quatro anos, o time do técnico Bernardinho vem apresentando melhoras a cada competição. O vice-campeonato da Liga Mundial comprova a evolução da equipe verde e amarela, enquanto Cuba oscilou muito desde o vice-campeonato do último mundial. Ainda assim, não deve ter trabalho para avançar de fase, pois tem bons jogadores, come Leal, Camejo, Juantorena e Simon. Porém o destaque da chave deve ser o Brasil, que mesmo não estando no nível do fantástico time de dez anos atrás, tem uma equipe forte, com Murilo, Vissoto, Wallace e Lucarelli.

Longe dos seus melhores dias, Brasil segue como favorito. FOTO: Gazeta Press
Longe dos seus melhores dias, Brasil segue como favorito. FOTO: Gazeta Press

Há 32 anos sem saber o que é ser campeão mundial, a poderosa Rússia entra como uma das grandes favoritas ao título e promete atrapalhar o Brasil no seu caminho rumo ao tetracampeonato. Para conquistar o hepta, os russos contam com o melhor jogador do mundo, o central de 2,18m, Dmitriy Muserskiy. Os atuais campeões olímpicos e da Copa do Mundo deverão travar um bom duelo com a Bulgária pela liderança do grupo C, mesmo com os búlgaros vivendo um mal momento, com direito a uma campanha ruim na Liga Mundial, onde vinha figurando sempre entre os semifinalistas. Canadá, China, Egito e México completam a chave, com Canadá e China despontando como prováveis donos das outras vagas.

O gigante russo  Muserskiy é o grande destaque dos favoritos. FOTO: Getty Images
O gigante russo Muserskiy é o grande destaque dos favoritos. FOTO: Getty Images

Itália e Estados Unidos vão polarizar o Grupo D, que conta com as zebras Bélgica, França, Porto Rico e Irã. De tanta zebra, o grupo aparece como o mais forte da competição. O Irã mostrou na Liga Mundial, chegando às semifinais, que pode surpreender e conta com bons nomes como o levantador Marouflakrani e Ghafour. Apesar da maior tradição francesa, a surpreendente campanha belga elevou os europeus a categoria de candidato a classificação.

Zaytsev é destacadamente o melhor nome do vôlei italiano. FOTO:
Zaytsev é destacadamente o melhor nome do vôlei italiano. FOTO:

Liderados pelo ponteiro Ivan Zaytsev e pelos centrais Dragan Travica e Matteo Piano, o time renovado italiano vai atrás do tetracampeonato, assim como o Brasil. Já os sobrinhos do “Tio Sam” apresentam um elenco mais equilibrado e qualificado pelo título da Liga Mundial. Matthew Anderson, David Lee, Taylor Sander, Bradley Lawson são os maiores destaques de uma equipe que é conhecida pela forte defesa.

Poderemos ver muito equilíbrio e quem sabe a retomada do bom voleibol. Decaindo muito nos últimos anos, o nível do vôlei mundial tende a melhorar, com novas seleções despontando e jovens promessas atuando em grande estilo. O local não podia ser melhor, pois o povo polonês é apaixonado pelo esporte e vai colaborar muito para o sucesso da competição. Vamos ficar de olho, pois esse Mundial promete.

Festa da torcida polonesa na abertura. FOTO: FIVB
Festa da torcida polonesa na abertura. FOTO: FIVB
Previous post

VAI SUBIR A BOLA: COMEÇA O MUNDIAL DE BASQUETE

Next post

TODO MUNDO TROPEÇA E O LÍDER SEGUE IMPLACÁVEL