Home»Fórmula 1»HAMILTON VENCE NO CANADÁ E SEGUE À CAÇA DE ROSBERG

HAMILTON VENCE NO CANADÁ E SEGUE À CAÇA DE ROSBERG

0
Shares
Pinterest Google+

f1

Em uma corrida sem grandes incidentes e contando com mais um erro na tática dos adversários, Lewis Hamilton venceu sua segunda corrida seguida em 2016 e diminuiu a diferença entre ele e o líder Nico Rosberg para somente 9 pontos. A tarefa de Hamilton foi facilitada por um erro da Ferrari que fez um pit stop a mais que o necessário em Sebastian Vettel (segundo colocado na corrida) e depois Hamilton usou a sua habilidade para segurar o alemão o restante da corrida. Valtteri Bottas da Williams completou o pódio em terceiro.

Os pilotos brasileiros não tiveram um bom final de semana. Felipe Massa estava fazendo uma boa corrida, mas teve que abandonar a mesma por problema de superaquecimento em seu motor. Já Felipe Nasr, que se envolveu em um acidente com Kevin Magnussen, terminou somente em 18º lugar.

Lewis Hamilton vence no Canadá, com Sebastian Vettel em segundo e Valtteri Bottas em terceiro. FOTO: formula1.com.
Lewis Hamilton vence no Canadá, com Sebastian Vettel em segundo e Valtteri Bottas em terceiro. FOTO: formula1.com.

A próxima etapa da temporada será o retorno do GP da Europa, só que desta vez a etapa europeia será realizada no Azerbaijão, no Circuito Urbano de Baku, em Baku, no dia 19 de junho às 9 horas da manhã, horário de Brasília.

A corrida

Largada: Partindo de 3º, Vettel surpreendeu as duas Mercedes e pulou para a ponta. Pole, Hamilton acabou tocando roda com roda com Rosberg ao tentar defender o segundo lugar. Quem levou a pior foi o alemão da Mercedes, que saiu da pista e acabou despencando para nono, atrás de Alonso. Massa, que largou em oitavo, subiu para sétimo. Já Nasr, que começara em 18º, foi tocado por Magnussen, rodou e caiu para último.

Largada do GP do Canadá. FOTO: Getty Images
Largada do GP do Canadá. FOTO: Getty Images

1/70: Líder da corrida, Vettel errou a freada da última curva do circuito e teve que cortar a chicane. Mesmo assim, conseguiu se manter na frente. Hulk ganhou as posições de Alonso e Rosberg e subiu para oitavo. Após a primeira volta, a classificação era a seguinte: Vettel, Hamilton, Verstappen, Ricciardo, Raikkonen, Bottas, Massa, Hulkenberg, Rosberg e Alonso.

3/70: Rosberg ultrapassou Alonso e passou para nono.

7/70: Lá na frente, Vettel mantinha uma vantagem de cerca de 1s para Hamilton. Mais atrás, Rosberg, o nono, saiu da pista na chicane final e perdeu contato com o oitavo colocado Hulkenberg. Enquanto isso, Massa se distanciava na sétima posição.

10/70: RBR pede para Max Verstappen, 3º colocado, dar passagem para Daniel Ricciardo. Mas pilotos não trocam de posição.

11/70: Com um princípio de incêndio no motor, Jenson Button (McLaren) abandonou. O safety car virtual foi acionado.

Com princípio de incêndio no motor da McLaren, Jenson Button foi primeiro a abandonar GP do Canadá. FOTO: globoesporte.com
Com princípio de incêndio no motor da McLaren, Jenson Button foi primeiro a abandonar GP do Canadá. FOTO: globoesporte.com

12/70: Vettel aproveitou o período de safety car virtual, onde os pilotos precisam respeitar um limite de velocidade, para antecipar seu primeiro pit stop. Alemão trocou os ultramacios (faixa roxa) por supermacios (faixa vermelha) e retornou em quarto. Assim, Hamilton assumiu a ponta, seguido por Verstappen e Ricciardo. Vale lembrar que, como os pneus macios (amarelo) são obrigatórios na prova, Vettel ainda precisaria parar mais uma vez. Sexto, Raikkonen também parou e voltou em 14º e adotou tática igual ao do companheiro. Com isso, Massa subiu para sexto. Rosberg, por sua vez, deixou Hulk para trás e passou para oitavo.

Ferrari aproveitou safety car virtual para antecipar pit stop de Sebastian Vettel no GP do Canadá. FOTO: globoesporte.com
Ferrari aproveitou safety car virtual para antecipar pit stop de Sebastian Vettel no GP do Canadá. FOTO: globoesporte.com

17/70: Com um pit stop a mais, Vettel coloca por dentro de Ricciardo no hairpin e assume o terceiro lugar.

18/70: Um giro depois, alemão da Ferrari engoliu Verstappen na reta oposta e pulou para segundo. Enquanto isso, Raikkonen escalava posições e já aparecia entre os dez primeiros. Já Rosberg tentava pressionar Massa na briga pelo sexto lugar.

19/70: Jolyon Palmer (Renault) recolheu para a garagem. Fim de prova para o britânico.

21 a 24/70: Verstappen, Ricciardo, Bottas, Massa e Rosberg fazem suas paradas e colocam pneus macios (faixa amarela). Hamilton prefere seguir na pista e lidera, seguido por Vettel, Verstappen, Raikkonen, Ricciardo, Bottas, Pérez, Rosberg, Massa e Hulk.

25/70: Hamilton, enfim, faz seu pit stop e retorna em segundo. Vettel reassume a liderança, com 13s de vantagem para o britânico. Rosberg passa Pérez e sobe para sétimo.

34/70: Raikkonen para mais uma vez nos boxes e coloca os pneus macios (faixa amarela). Finlandês da Ferrari retorna em oitavo, atrás de Massa.

36/70: Mais veloz que Vettel, Hamilton reduziu a desvantagem para o alemão para menos de 10s.

37/70: Felipe Massa, que estava em sétimo, recolheu para a garagem e abandonou a corrida.

Felipe Massa abandonou o GP do Canadá. FOTO: formula1.com
Felipe Massa abandonou o GP do Canadá. FOTO: formula1.com

38/70: Por causa da obrigatoriedade do uso dos pneus macios, Vettel precisou parar mais uma vez nos boxes. Antes com cerca de 10s de vantagem para Hamilton, o alemão retornou 8s atrás do britânico, novo líder. Agora com pneus novos, ele teria 31 voltas para caçar o piloto da Mercedes.

39/70: Ricciardo errou a freada da chicane final e acabou perdendo o quarto lugar para Bottas na curva 1. Perdendo ritmo, o australiano fez outro pit stop na volta seguinte. E perdeu mais tempo pois a RBR demorou novamente nos boxes. Piloto voltou em sétimo.

41/70: Com pneus mais novos, Vettel passou a imprimir ritmo mais forte que Hamilton e reduziu a diferença para 6 segundos.

46/70: Em quinto, atrás de Bottas, Rosberg perguntava à Mercedes a respeito de algum problema em seu carro, já que diversos alertas piscavam em seu volante.

47/70: Em quinto, mas com vantagem segura para Raikkonen, Verstappen preferiu fazer mais um pit stop e colocou um novo jogo de pneus macios.

50/70: A 20 voltas do fim, Vettel reduziu a desvantagem para Hamilton para menos de 5 segundos.

52/70: Por causa de um pequeno furo no pneu, que o fazia perder pressão a cada volta, Rosberg precisou ir para os boxes, colocou outro jogo de compostos macios e voltou em 7º.

57/70: Com a faca nos dentes para tentar se aproximar de Hamilton, Vettel perdeu o ponto de freada da chicane final, passou reto e viu a vantagem subir para quase 6s.

58/70: Com pneus mais novos, Rosberg ultrapassa Raikkonen e sobe para quinto.

60/70: Enquanto Hamilton administrava a ponta com tranquilidade, Vettel tentava desesperadamente alcançar o inglês. O alemão, porém, voltar a errar a chicane final e viu a diferença subir para 7s. Após mais um erro, o piloto da Ferrari parece ter aberto mão da luta pela vitória.

65/70: Rosberg colou no quarto colocado Verstappen. O alemão tentou dar o bote, mas encontrou um jovem holandês encrespado, que não queria vender a posição barato.

69/70: Partindo para o tudo ou nada, Rosberg tentou passar Verstappen por fora na última curva e acabou rodando.

70/70: Lá na frente, Hamilton cruzou a linha de chegada com 5s de vantagem para Vettel. Bottas completou o pódio 45 atrás do britânico.

Lewis Hamilton vence o GP do Canadá. FOTO: formula1.com
Lewis Hamilton vence o GP do Canadá. FOTO: formula1.com

Resultado final do GP do Canadá:

resultadogpcanada

Volta mais rápida: Nico Rosberg (ALE/Mercedes) com 1m15s599, na 60ª volta.

Classificação
mundialdepilotosgpcanada

Previous post

GP DO CANADÁ 2008: A REDENÇÃO DE KUBICA

Next post

O DIA EM QUE O CHILE ATROPELOU O BRASIL EM CÓRDOBA

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *