Home»Futebol Nacional»Brasileirão»Fluminense dispara, Grêmio ultrapassa o Galo e Verdão agoniza no Z4

Fluminense dispara, Grêmio ultrapassa o Galo e Verdão agoniza no Z4

0
Shares
Pinterest Google+

Nem o mais desanimado dos atleticanos cogitada uma rodada tão ruim. O Galo mineiro, envolvido na polêmica da suspensão de Ronaldinho, que gerou inúmeras reclamações de jogadores e diretoria, foi abatido pelo Inter (tão desfalcado quanto), em Porto Alegre, e viu o Fluminense abrir nove pontos na liderança ao derrotar o Bahia fora de casa. Mas é claro que podia ficar pior: com a vitória do Grêmio sobre o Sport, em Recife, o time de Luxemburgo roubou a vice liderança do Atlético nos critérios de desempate. Podia piorar? Talvez, se fosse o Palmeiras.

Começamos por Salvador onde o Bahia pretendia parar o líder e não conseguiu. Fred até que não conseguiu vencer a defesa baiana, mas o Fluminense tinha Bruno Vieira e Rafael Sobis para garantir o 2×0 precioso no caminho do título. Para garantir, Diego Cavalieri fez mais uma atuação de gala e parou todas as investidas do tricolor que chegaram ao gol.

Em Porto Alegre, num jogo de times desfigurados, o Inter bateu o Galo por 3×0, com gols de Jackson, Fred e Cassiano. O time do Atlético sentiu a falta de Ronaldinho Gaúcho e foi presa fácil para os Colorados, que complicaram muito a situação do time mineiro. A derrota por si só já deixou o Galo a nove pontos da liderança, mas, para piorar, o Grêmio venceu o Sport em Recife e se igualou ao Atlético em número de pontos, tomando a vice-liderança no número de vitórias. Apesar da pressão da Ilha do Retiro e dos desfalques, o time gaúcho dominou o jogo e com gols de Anderson Pico, Leandro e Marquinhos, venceu por 3×1 o Leão que só conseguiu vencer a forte defesa gaúcha uma vez, no gol de Hugo.

Parecia que seria dessa vez que o Náutico venceria a primeira fora de casa, quando Douglas Santos fez 1×0, em pleno Moisés Lucarelli. Entretanto, mesmo jogando mal, a Ponte Preto encontrou a virada em dois lances, com Marcinho e Rildo, garantindo o fim do seu jejum de vitórias. Outra equipe que encerrou seu jejum de vitórias foi o Cruzeiro, que fez 2×0 na Portuguesa, em Varginha e garantiu chances, mesmo que mínimas, de ir a Libertadores. Com gols de Montillo e Souza o Cruzeiro freou o embalo da Lusa, que reclamou muito da arbitragem.

A surpresa estava reservada para o Engenhão onde o Santos venceu por 2×0 o Botafogo, com gols de André e Miralles. Mesmo se tratando de um grande clássico, a surpresa se deve ao fato de ter sido a primeira vitória santista fora de casa sem a presença de Neymar. Enquanto isso, em São Paulo o Corinthians virou sobre o Flamengo e venceu por 3×2 o clássico das multidões. Edenílson, Paulo André e Emerson marcaram para o Timão, enquanto Renato Santos e Liédson fizeram para o Fla. Enquanto o Corinthians está próximo da meta de pontos para o Brasileirão, o Flamengo está ainda com a ameaça de rebaixamento.

Por falar em rebaixamento, o jogo que reuniu os dois lanternar da competição o Figueira não tomou conhecimento do Dragão e venceu por 3×1, com dois gols de Ronny e um de Aloísio, enquanto Diego Giaretta descontou para o Atlético-GO. O resultado deixou o time goiano virtualmente rebaixado, enquanto deu uma sobrevida ao Figueirense que agora tem uma chance, mesmo que pequena, de escapar do rebaixamento.

Quem também se desesperou na briga contra a queda foi a torcida palmeirense, que viu o time perder em Araraquara para o Coritiba, por 1×0, com gol de Deivid, aos 43 do segundo tempo. O jogo era um confronto direto e o resultado deixou o Coxa mais longe do Z4, enquanto o Verdão ficou a 9 pontos do Bahia, primeiro fora da zona de rebaixamento.

Fechando a rodada, o São Paulo foi a São Januário e venceu o Vasco em mais um confronto direto, dessa vez, pela vaga na Libertadores. Com gols de Luis Fabiano e Osvaldo e as grandes defesas de Rogério Ceni, o tricolor encurtou a distancia para o Vasco e agora põe fogo na luta pela quarta vaga brasileira para a competição sul-americana.

O fim da rodada manteve o equilíbrio do bolão da Start Sports, que dessa vez contou apenas com os palpites de Bruno Santos e Glauber Maia. Bruno acertou seis resultados (vitórias de Cruzeiro, Corinthians, Figueirense, Fluminense, Inter e Grêmio) e Glauber acertou quatro (vitórias de Cruzeiro, Ponte Preta, Corinthians e Grêmio).

Previous post

Desfalques e confrontos diretos são a tônica da rodada de meio de semana

Next post

Líder e vice-líder são a base da seleção da rodada

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *