Home»Futebol Nacional»BRASILEIRÃO 2016 – START SPORTS AWARDS

BRASILEIRÃO 2016 – START SPORTS AWARDS

0
Shares
Pinterest Google+

Terminada a temporada do futebol em 2016, chega a hora de premiar os destaques do ano. A segunda edição do Start Sports Awards se inicia com a premiação da seleção do Campeonato Brasileiro da Série A em 2016.

O Palmeiras foi o grande campeão, de fato e de direito, dono de grande campanha. Tivemos surpresas como o Botafogo e o Atlético Paranaense, que conseguiram vagas na Libertadores do ano vindouro (apesar da mudança de regra no meio do caminho e das milhões de vagas que o campeonato passou a ofertar). E também decepções, como o Internacional rebaixado ou o Corinthians, então atual campeão não conseguir uma das inúmeras vagas para a Libertadores.

Normalmente, esta época do ano serve para comemorações dos coroados e lamentações dos derrotados (tal e qual o Inter). Mas nesse ano, a comemoração é um pouco comedida, e mesmo os vitoriosos lamentam a tragédia que se abateu sobre o futebol brasileiro no final do ano. O acidente aéreo com a Chape quebrou o clima festivo que dezembro sugere e deu ar melancólico ao final da temporada. Um ano extremamente turbulento no Brasil, coroado pelo fato mais triste já ocorrido no futebol brasileiro, contribuindo para o clima não tão agradável para esta premiação.

Apesar disso, e partindo do pressuposto que a vida e futebol hão de continuar, e que a tragédia se abateu ao final de um longo certame nacional, logicamente que é válido valorizar todos que escreveram a história deste campeonato brasileiro que coroou o Palmeiras campeão novamente.

O Blog Start Sports monta duas seleções do campeonato: uma que conta com os jogadores que mais apareceram nas 38 seleções da rodada, e outra que os integrantes da equipe do blog entendem contemplar os jogadores mais relevantes do campeonato. As duas seleções mostram diferenças entre si, mas por final de contas, abrangemos todos os jogadores que foram relevantes de alguma forma no campeonato.

Vamos à seleção pelo número de aparições:

goleiro

sidao

Sidão (Botafogo) – 4 Aparições nas rodadas: 11, 26, 28 e 38.

Esta foi a posição em que houve mais equilíbrio na escolha. Aqui já temos um empate: além de Sidão, Gatito Fernandez (Figueirense) também apareceu quatro vezes. Mas como Sidão foi menos vazado, foi o laureado.

Empatados com 3 aparições cada, ficaram: Danilo (Chapecoense), Jaílson (Palmeiras – que não perdeu nenhum jogo no campeonato), João Ricardo (América – goleiro do primeiro turno), Weverton (Atlético-PR) e Wilson (Coritiba).

lateral-direito

victorferraz

Victor Ferraz (Santos) – 8 Aparições nas rodadas: 05, 10, 11, 13, 15, 20, 28 e 35.

Victor Ferraz não apenas foi o lateral direito, mas também integra a lista dos jogadores que mais apareceram nas seleções, garantindo a ele o prêmio de Craque do Campeonato.

Em segundo lugar, ficou Ezequiel (Cruzeiro) com 3 aparições.

zagueiros

geromel

Geromel (Grêmio) – 8 Aparições nas rodadas: 03, 04, 08, 15, 16, 18, 20 e 32.        

vitorhugo

Victor Hugo (Palmeiras) – 7 Aparições nas rodadas: 05, 15, 20, 23, 24, 28 e 34.

Os dois zagueiros que mais apareceram, formaram a dupla de zaga da seleção em duas oportunidades (rodadas 15 e 20). Geromel também integra a lista de Craques do Campeonato com suas 8 aparições. Victor Hugo foi o jogador com o segundo maior número de aparições.
Mina (Palmeiras), com 4 aparições, foi o zagueiro que ficou logo atrás de nossa dupla, mostrando um pouco do mérito palmeirense no campeonato.

lateral-esquerdo

fabiosantos

LAT. ESQUERDO: Fábio Santos (Atlético-MG) – 6 Aparições nas rodadas: 16, 19, 21, 23, 27 e 28.

Como no campeonato passado, o lateral esquerdo vem do Atlético-MG. Naquela ocasião, com Douglas Santos, agora com Fábio Santos. Mais do que o sobrenome, o número de aparições foi o mesmo para os dois (6). Então já sabe: tem Santos no nome, seja um lateral esquerdo no Galo.

Em segundo lugar ficaram Denner Assunção (Chapecoense), Jorge (Flamengo) e Reinaldo (Ponte Preta), com quatro aparições cada.

volantes

hernani

Hernani (Atlético-PR) – 6 Aparições nas rodadas: 11, 22, 29, 32, 33 e 35.

moises

Moisés (Palmeiras) – 4 Aparições nas rodadas: 05, 19, 26 e 37.

Um do campeão e outro do melhor mandante. Não apareceram juntos em nenhuma rodada.

Júnior Urso (Atlético-MG) e Romero (Cruzeiro) apareceram três vezes cada. Tchê Tchê (Palmeiras) também merece menção, pois apareceu duas vezes como volante e outra como lateral direito, na primeira rodada, quando jogou improvisado nesta posição.

meias

diegosouza

Diego Souza (Sport) – 6 Aparições nas rodadas: 06, 09, 11, 15, 29 e 34.

scarpa
Gustavo Scarpa (Fluminense) – 5 Aparições nas rodadas: 04, 19, 20, 26 e 28.

Diego Souza foi o mais lembrado e seu xará, meia do Flamengo ficou empatado com Scarpa na segunda posição com 5 aparições. Gustavo Scarpa foi o escolhido porque fez 8 gols e deu 10 assistências no campeonato, enquanto Diego fez 6 gols e deu 3 assistências. Por este critério, Scarpa participou de 18 gols e Diego de 9, mas o meia tricolor fez 34 jogos, enquanto o flamenguista fez 18, o que confere um aproveitamento levemente superior do jovem talento das Laranjeiras.

Arrascaeta (Cruzeiro), Camilo (coroando a boa campanha do Botafogo) e Vitor Bueno (Santos) tiveram quatro aparições cada.

atacantes

marinho

Marinho (Vitória) – 8 Aparições nas rodadas: 06, 13, 27, 28, 33, 34, 36 e 37.

robinho
Robinho (Atlético-MG) – 6 Aparições nas rodadas: 06, 15, 16, 17, 19 e 33.

Marinho mitou no Vitória. Claro que a campanha foi para escapar do rebaixamento, mas o atacante brilhou (principalmente na parte final do campeonato) e conseguiu salvar o leão da degola (chora, Inter) e não só entrou no ataque da seleção do campeonato, como completa a lista dos Craques do Campeonato com suas oito aparições.

Robinho e Gabriel Jesus ficaram empatados com 6 aparições cada, além disso, ambos anotaram 12 gols no campeonato. Portanto, o critério de desempate ficou para o número de assistências. O atacante palmeirense/citizen serviu companheiros em quatro oportunidades, enquanto o atleticano o fez em oito, sendo o escolhido para a seleção.

Além das seis aparições de Gabriel Jesus, Dudu teve cinco, merecendo também destaque e mostrando a força do campeão.

Craques do campeonato

melhores

Victor Ferraz (Santos), Geromel (Grêmio) e Marinho (Vitória) tiveram 8 aparições cada e dividem o prêmio de Craque do Campeonato.

Victor Ferraz fez um campeonato regular pelo vice-campeão e também não teve tanta sombra assim nos demais times (tanto que Ezequiel foi o segundo mais lembrado e nem titular foi na maior parte do campeonato, sendo reserva do jogador mais cornetado pela torcida cruzeirense).

Geromel coroou dois anos de bom futebol no tricolor gaúcho (também com muitas aparições nas rodadas do campeonato de 2015, apesar de não entrar na seleção daquele campeonato). Além disso, faz-se justiça pelo título conquistado na Copa do Brasil, apesar dele não interferir em nada no critério adotado nesta premiação.

Marinho foi o destaque do Vitória, reconhecidamente o grande responsável pelo salvamento do time soteropolitano e garantindo clássicos BA-VIs arretados no Brasileirão de 17. Principalmente na parte final do campeonato, Marinho fez gols importantes para o leão e desesperadores para o Internacional, que via os baianos se distanciando na proporção que o rebaixamento se aproximava. Marinho talvez não tenha a devida valorização por jogar em um time cuja campanha foi para fugir da degola e seu estereótipo de entrevistas engraçadíssimas, mas com certeza foi um dos grandes personagens do campeonato. Sabia não, que m…

SELEÇÃO DO BLOG

Como vocês viram, a compilação dos mais votados rodada a rodada apresentou uma grande variedade de atletas de clubes diferentes, o que nem sempre condiz com o conjunto da obra. Por isso, fazemos também a eleição dos melhores do campeonato segundo votação da equipe do blog. Ai, o Palmeiras comandou.

Jaílson assumiu o gol, afinal, jogou o segundo turno do campeonato sem perder nenhuma partida e tomando apenas 10 gols. Foi um dos nomes do time do Palmeiras e, só não foi escolha unânime do blog por que o arqueiro flamenguista Muralha e o botafoguense Sidão também foram lembrados.

Nas laterais, Jean assumiu a direita, superando Victor Ferraz, e Fábio Santos ficou na esquerda. Mesmo improvisado, Jean foi o nome do lado direito do Palmeiras, tendo atuação decisiva em várias partidas. Do lateral atleticano já falamos antes e não há muito o que dizer sobre a concorrência – basicamente feita pelo flamenguista Jorge.

Na dupla de zaga, Geromel segue indiscutível e aqui recebe a companhia de Réver. O zagueiro flamenguista foi muito consistente ao longo da competição e na eleição aqui do blog superou a dupla de defesa do campeão, Vitor Hugo e Mina.

No meio, Tchê Tchê foi o único eleito de forma unânime. Deu muita qualidade ao meio de campo palmeirense e, mesmo passando despercebido em meio ao time, cumpriu uma função crucial no título. Moisés, seu companheiro de volância no Palmeiras, e Willian Arão, destaque na marcação e organização de saída de bola do Flamengo. Prevaleceram os meio campistas marcadores e de saída de bola, como podemos ver. Também foram votados o volante santista Renato, e os armadores Diego, do Flamengo, Diego Souza, do Sport, e Arrascaeta, do Cruzeiro.

No ataque, um trio formado por Robinho, do Atlético, e pelos palmeirense Dudu e Gabriel Jesus. Ao lado do atleticano, acrescentamos os dois palmeirenses, que foram responsáveis por grande parte das ações ofensivas do time durante o campeonato. Jesus ainda foi o maior destaque do título, mesmo caindo de produção depois da Olimpíada. Também foram citados Marinho do Vitória, Pratto e Fred do Atlético-MG.

startsportsaward

Pronto! Agora fique à vontade para se revoltar, concordar e, claro, comentar!

Previous post

JOGADAS DA SEMANA | COMO EXPLICAR ESSE MESSI?

Next post

O REAL FOI CAMPEÃO MUNDIAL, MAS O ASSUNTO FOI O KASHIMA

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *