Home»Fórmula 1»GP DA BÉLGICA DE FÓRMULA 1

GP DA BÉLGICA DE FÓRMULA 1

0
Shares
Pinterest Google+

Aqui tem muita história. O Grande Prêmio da Bélgica talvez esteja entre os favoritos de todos os pilotos da categoria. Faz parte do calendário da Fórmula 1 desde 190 e somente em seis ocasiões não integrou o calendário.

O circuito da corrida

De 1950 a 1970 a corrida era realizada no antigo Spa-Francorchamps com 14 km de extensão. Em 1972 e 1974 a corrida foi realizada em Nivelles (alguém se lembra?). Em 1973, 1975 a 1982 e 1984 a corrida foi realizada em Zolder (?). E em 1983 e de 1985 em diante a corrida foi realizada no novo circuito de Spa-Francorchamps.

Vista aérea do Circuito Spa-Francorchamps onde se realiza o GP da Bélgica desde 1950. FOTO: womotor.wordpress.com

O circuito de Spa é um das lendas de concreto e asfalto da F1. Localizado nos arredores das cidades de Spa, Stavelot e Malmedy, é o maior circuito em extensão atualmente na categoria, com seus 7004 metros. É composto por extensas retas e curvas que fazem parte da história do automobilismo, como a travada La Source situada logo após a reta dos boxes e a insuperável Eau Rouge que é feita de “pé cravado” a quase 300 km/h.

Eau Rouge: A curva mais rápida e mais lembrada da Fórmula 1. FOTO: pt.wikipedia.org

Em situações normais, os pilotos deverão fazer este traçado por 44 vezes para que se, conheça o vencedor da etapa belga da Fórmula 1.O traçado do circuito, pode ser visto na figura a seguir.

Circuito de Spa-Francorchamps onde se realiza o GP da Bélgica. FOTO: pt.wikipedia.org

As condições climáticas na Bélgica são imprevisíveis, principalmente em virtude da floresta ao redor do circuito, o que caracteriza a corrida como uma caixinha de surpresas. Inúmeras vezes os treinos foram realizadas com pista seca e a corrida ocorreu com chuva e vice-versa. Traduzindo: emoção é o que não falta nesta corrida.

Dados históricos

Nas 60 edições realizadas até agora do GP da Bélgica desde 1950, 25 pilotos diferentes venceram lá. O argentino Juan Manuel Fangio foi o primeiro vencedor correndo no antigo circuito de 14 quilômetros de Spa-Francorchamps. No novo traçado, o primeiro vencedor foi o francês Alain Prost em 1983.

Um fato curioso: das 48 corridas realizadas até agora em Spa-Francorchamps, nada menos que 41 delas foram vencidas por campeões mundiais. E duas delas por vice-campeões mundiais. Por isso costuma-se dizer que só “os grandes” vencem em Spa.

O maior vencedor do GP da Bélgica é o alemão Michael Schumacher 6 vitórias alcançadas (todas no novo traçado de Spa), seguido pelo brasileiro Ayrton Senna, com 5 vitórias (todas também obtidas no novo traçado de Spa). Por equipes, quem mais venceu até agora foi a Ferrari com 16 vitórias, seguida pela McLaren com 14 vitórias.

A pole mais rápida foi feita por Mark Webber pela Red Bull em 2010 com o tempo de 1min 45s 778 (com os carros com motores V8) e a volta mais rápida foi feita por Sebastian Vettel em 2009, também pela Red Bull com o tempo de 1min 47s 263 (com os carros também com motores V8).

Previous post

COM EFICIÊNCIA E SORTE CRUZEIRO "CONQUISTA" O PRIMEIRO TURNO

Next post

JOGADAS DA SEMANA | VOLEIO DE GANSO E UMA SÉRIE DE GOLAÇOS

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *