Home»Futebol Internacional»Copa do Mundo»GÊNIOS DO ESPORTE| EUSÉBIO “O PANTERA NEGRA”

GÊNIOS DO ESPORTE| EUSÉBIO “O PANTERA NEGRA”

0
Shares
Pinterest Google+

cabeçalhoeusebio

A homenagem mais do que merecida ao aniversário do maior jogador português de todos os tempos chegou com um pouco de atraso. O mundo do futebol perdeu Eusébio, o “Pantera Negra” no último dia 5 de janeiro, vitima de uma insuficiência cardíaca. Mas nunca é tarde para relembrar os feitos deste genial jogador, que marcou época pelo Benfica e pela seleção portuguesa.

Nascido em Lourenço Marques (atual Maputo), no Moçambique, numa época em que o país africano pertencia a Portugal, Eusébio sempre quis a carreira de futebolista. Após algumas rejeições, se destacou no time do Sporting local, que era uma filial do clube português. Mesmo contrariado, por querer jogar no Desportivo (filial do Benfica), Eusébio ajudou o time do alviverde entre 57 e 60, marcando 77 gols em 42 jogos e encerrando com o título moçambicano de 60.

Foto do atleta ainda jovem, no Sporting, em Moçambique. FOTO: arquivo pessoal do jogador
Foto do atleta ainda jovem, no Sporting, em Moçambique. FOTO: arquivo pessoal do jogador

Depois de uma disputa por seu futebol, Eusébio chegou ao Benfica para a glória. Dos 15 campeonatos portugueses disputados, o Benfica venceu 11, com Eusébio sendo artilheiro em 7 oportunidades. Isso fez com que o time disputasse com frequência a Champions League, coisa rara na época, pois só os campeões jogavam a competição. Eusébio comandou o time numa era de ouro a nível europeu. Foram dois títulos, dois vice-campeonatos, duas eliminações nas quartas-de-final e duas na segunda fase. Entre 1961 e 1965, estiveram em quatro de cinco finais. Sua maior contribuição vei com o título sobre o poderoso Real Madrid, em 61/62, quando decidiu a partida. No mundial, não foi páreo para o Santos de Pelé.

Eusébio marcando em Wembley, um dos palcos que o consagrou. FOTO: FIFA
Eusébio marcando em Wembley, um dos palcos que o consagrou. FOTO: FIFA

Pela seleção portuguesa marcou época, tornou-se seu maior artilheiro (superado recentemente por Pauleta e Cristiano Ronaldo) e comandou a equipe na Copa 66, participação inédita dos portugueses, que chegaram em 3º. Além de eliminar o Brasil, Eusébio foi o artilheiro e consolidou sua fama internacional. Conquistou a Bola de Ouro de melhor jogador de 65 e ainda a de Chuteira de Ouro de artilheiro do ano, em 68 e 73.

Ainda jogou por times menores de Portugal e em equipes de México, Canadá e EUA, procedimento comum na década de 70 e início dos anos 80, devido a uma tentativa de popularização do esporte na América do Norte. Parou quando as lesões não o deixaram seguir.

Eusébio, enquanto membro da comissão técnica da seleção de seu país: FOTO: UEFA
Eusébio, enquanto membro da comissão técnica da seleção de seu país: FOTO: UEFA

Eusébio foi um dos grande goleadores do futebol e, provavelmente tem lugar fácil entre os 20 maiores da história do esporte. Fica nosso agradecimento pelo que ele fez ao futebol e que ele esteja em um bom lugar. Valeu, Pantera!

genios-do-esporte

 

Previous post

Estaduais e Copa do Nordeste dão o pontapé inicial do futebol 2014

Next post

JOGADAS DA SEMANA | Futebol europeu, estaduais e NBA

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *