Inscreva-se

 

 

+ Esportes, Esportes Americanos

A DINASTIA WARRIORS E O NOVO CENÁRIO DA NBA

Escrito em: 22/10/2018 às 21:15   /   por   /   comentários (0)

A NBA está bem diferente. Hoje ela tem uma dinastia consolidada: a do Golden State Warriors. Tempos atrás nos perguntamos se Oakland tinha um novo supertime e agora podemos dizer que com certeza tem.

Já não bastava ter Green, Cury, Durant e Thompson, agora o Warriors tem também DeMarcus Cousins, pivô medalhista olímpico em 2016, no Rio. Com isso, a liga passa ter um time que possui um quinteto titular completamente formado por all stars. Isso, levando em consideração que o time detém três das últimas quatro conquistas – sendo vice na outra. Será que vai ter competitividade?

Talvez. Só o tempo poderá dizer, mas existem fortes sinais que a rivalidade criada nas última quatro temporadas, entre Warriors e Cavaliers na verdade era sim uma rivalidade entre o Golden State e LeBron. Isso mesmo. King James carregou os Cavs nas costas, principalmente na temporada 17/18 e tudo indica que sem ele, Cleveland ficará a deriva. Já o astro se mudou para Los Angeles, para jogar nos Lakers e trazer um dos maiores campeões da NBA de volta aos tempos de glória. Tudo indica que pode dar certo. E que quem falava que as finais anteriores eram um duelo entre LeBron x Warriors estava certo. Pelo menos, em LA ele terá ajuda – ao contrário do que pensa o colega de blog, Círio Oliveira, que acredita que ele não terá tanta ajuda assim na terra das estrelas.

Em Los Angeles, LeBron comparou enfrentar os Warriors a enfrentar os Patriots

Mas não pensem que só LeBron pode se opor a essa dinastia. Os Celtics vem fortes e com um time jovem, comandado pelo armador Kyrie Irving e o ala Gordon Hayward. Retalhado por lesões, o time de Boston fez frente ao Cavs nas finais de conferência de 17/18 e, com todos saudáveis, podem pensar sim em ir as finais com chance de título e, principalmente, de futuro.

Do outro lado, na Conferência Oeste, temos mais um ano de equilíbrio. O lado Oeste é muito mais disputado que o leste, o que faz com que LeBron possa até ficar de fora das finais depois de 8 temporadas seguidas. Isso porque, se pensarmos que os Warriors estão virtualmente garantidos nos playoffs com sua panelinha, as sete vagas devem ver disputadas vorazmente por Oklahoma City Thunder, Houston Rockets, Portland Trail Blazers, San Antonio Spurs, Minnesota Timberwolves, Denver Nuggets, Los Angeles Lakers e New Orleans Pelicans. Mais trabalho para King James, acostumado com a mamata do lado leste.

Por falar no maior deles, entre todos os jogadores da temporada, fazia tempo que não tínhamos tantos candidatos a MVP. Durant, Stephen Curry – todo o time do Warriors – Westbrook, LeBron, James Harden, Anthony Davis, Giannis Antetokounmpo…

Um pouco do último MVP da temporada regular

E tem quem vá embora, como Dwane Wade. Assim como fez o Black Mamba, o tricampeão pelos Heats voltou a Miami para seu tour de despedida. Mais um que vai fazer falta para quem já lamenta as partidas de caras como Manu Ginobilli… Mas tem muita gente boa chegando também, como o super-badalado esloveno Luka Doncic, ex-Real Madrid e atual Dallas Mavericks, DeAndre Ayton, do Phoenix Suns, Trae Young, do Atlanta Hawks, e Marvin Bagley, do Sacramento Kings.

Pode ser uma nova era da NBA? Pode. Mas que seja pelo menos uma era equilibrada e disputada. Ninguém aguenta mais quatro finais seguidas com os mesmos times.

Comentários (0)

Escreva um comentário

Comentário
Nome E-mail Website