Inscreva-se

 

 

Jogos Olímpicos, Start Sports

O PRIMEIRO HERÓI OLÍMPICO BRASILEIRO

Escrito em: 03/08/2014 às 14:26   /   por   /   comentários (0)

Toda a grande história tem um começo e a do esporte olímpico foi com militar do Exército Brasileiro, Guilherme Paraense. O tenente Paraense viajou para Antuérpia para disputar os Jogos Olímpicos de 1920, numa das primeiras participações do esporte brasileiro.

Guilherme viajou por conta própria, no navio Curvello, com mais sete companheiros, com o único intuito de competir. Tiveram que fazer o trajeto de Lisboa a Antuérpia de trem, pois não chegariam a tempo da competição se fossem de navio. Para dificultar ainda mais, na conexão que fizeram em Bruxelas, parte das armas e munição foram roubadas.

Depois da longa viagem, a delegação brasileira chegou para competir em péssima situação, com fome, cansados e sem equipamento adequado. O apoio veio da equipe americana, que chegou a emprestar armas e munição mais modernas que as que os brasileiros possuíam. Dentre eles, uma colt, que garantiu a seleção um ouro, uma prata e um bronze, na prova de tiro esportivo.

O principal destaque foi Guilherme Paraense, que venceu a prova de pistola de tiro rápido, no desempate individual, levando o primeiro ouro olímpico brasileiro, no dia 3 de agosto de 1920.

Paraense nunca recebeu o devido reconhecimento pelo feito, chegando a ser mais famoso na Europa do que em sua própria pátria. Faleceu em 1968, aos 83 anos, deixando a sua contribuição para a história olímpica do Brasil, com direito as tradicionais dificuldades que se perpetuam até hoje no esporte olímpico do país.

Presidente Epitácio Pessoa e seu ministério numas das raras homenagens a equipe olímpica de Tiro. FOTO: arquivo nacional

Presidente Epitácio Pessoa e seu ministério numas das raras homenagens a equipe olímpica de Tiro. FOTO: arquivo nacional

Comentários (0)

Escreva um comentário

Comentário
Nome E-mail Website